quarta, 25 de novembro de 2020

Cultura
Compartilhar:

Astier Basílio defende poemas de amor em seu novo livro de poesia

André Luiz Maia / 03 de dezembro de 2015
Foto: Arquivo
O amor em suas mais diversas nuances. A poesia de Astier Basílio versa sobre um dos temas considerados universais. Em Servir a Quem Vence, seu décimo livro, ele reúne 36 poemas, sendo 24 deles inéditos. Dentre os destaques, está “Romançal para senhora dos Navegantes”, vencedor do Poesia Encenada, do Sesc, em 2011.

Há pelo menos quatro anos, Astier vinha trabalhando com poemas inéditos, com temas mais variados, mas, ao receber o convite da Mondrongo, decidiu unir poesias inéditas e já publicadas. "Inicialmente, minha ideia era publicar um livro todo inédito. Entretanto, eu considero que minhas últimas edições não foram muito boas”, comenta.

O título é uma referência a um trecho do famoso soneto “Amor é um fogo que arde sem se ver”, de Camões. “Existe um erro que atinge quem se inicia nas letras, pois acham que poema de amor é um tema para iniciantes”, comenta Astier, sobre a escolha pelo tema.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas