terça, 19 de janeiro de 2021

Artes
Compartilhar:

Centro de Cultura Zarinha promove palestra sobre direito e arte

Kubitschek Pinheiro / 11 de março de 2017
O Zarinha Centro de Cultura, em Tambaú, vai promover neste sábado, um evento cultural com Marcílio Franca, Gustavo Rabay, Alessandra Franca e Gabriela Figueiredo que vão falar sobre “Direito, Arte & Cultura”  um avant-première da conferência que darão na Universidade de Stanford, na Califórnia.  Das 10h às 12h

Segundo Franca, será um painel com quatro intervenções ou como se diz na linguagem acadêmica, um “Science Slam”. Serão quatro exposições de pesquisadores da UFPB com temas jurídicos específicos, mas que, no conjunto, dialogam entre si. “Cada um de nós – Gustavo Rabay, Alessandra Franca, Gabriela Figueiredo e eu – falaremos de temas individualizados dentro desse guarda-chuva conceitual”

Há uma década, Marcilio Franca vem trabalhando nesse tema estudando, pesquisando e publicando temas relacionados ao diálogo entre direito e arte. É um campo enorme, que envolve, por exemplo, aspectos tão diversos quanto as questões jurídicas do grafite, a destruição de obras por grupos terroristas ou as representações figurativas do direito e da justiça.

“Esses temas têm-me levado a falar com alguma frequência para audiências interessadas no Brasil e no exterior. Junto com alguns outros colegas estudiosos, brasileiros e estrangeiros, formamos o Laboratório Internacional de Investigação em Transjuridicidade (LABIRINT), um centro de pesquisas vinculado à faculdade de direito da UFPB”, registra.

A ideia principal da performance é oferecer ao público uma introdução às relações entre direito e arte e, a seguir, abordar três questões pontuais: a proteção ao patrimônio cultural, o diálogo jurídico com o cinema e a questão da diversidade cultural no contato entre direito e religião. Serão três temas muito interessantes, inovadores e polêmicos. Apresentadas essas questões, haverá espaço para um pequeno debate com a plateia.

 

Relacionadas