sábado, 16 de fevereiro de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

Unidade e compromisso

02 de janeiro de 2019
Após tomar posse como o 38º presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro propôs um pacto nacional entre a sociedade e os poderes da República para vencer os desafios da recuperação econômica.

Aos congressistas presentes na cerimônia de posse, o novo presidente, que foi deputado por 28 anos seguidos, afirmou que “não teremos outra chance de mudar o fluxo de corrupção no qual o País esteve afundado” e pediu aos parlamentares que o ajude a livrar o Brasil “do jugo da corrupção, da criminalidade, da responsabilidade e da submissão ideológica”.

Bolsonaro também afirmou que, sob o seu governo, o Brasil “voltará a ser um país livre das amarras ideológicas”. Em momento de emoção, o presidente, logo no início do discurso agradeceu “a Deus por estar vivo” e à equipe médica da Santa Casa de Juiz de Fora, onde foi atendido após ter sofrido facada em atentado durante a campanha eleitoral na véspera do feriado da Independência.

Assistiram o discurso do presidente o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira, que não foi reeleito; o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que tenta se reeleger em fevereiro; o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli; a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Tiveram reações diferentes durante a fala.

Independente da corrente política ou ideológica, o que todos os brasileiros têm a fazer é se assumir como cidadão de direitos e deveres. Não se pode ficar parado na janela da vida, olhando os erros e criticando tudo sem disposição para mudar.

Analise, avalie e tome em suas mãos a capacidade de mudar. O Brasil chegou a 2019.           (Damásio Dias)

Torpedo

"Vamos unir o povo, valorizar a família, respeitar as religiões e as nossas tradições judaico-cristãs, combater a ideologia de gênero, conservando nossos valores. O Brasil voltará a ser um país livre das amarras ideológicas. Pretendo partilhar o poder de forma progressiva, responsável e consciente. De Brasília para o Brasil, do poder central para estados e municípios", do presidente Jair Bolsonaro, em seu discurso de posse no Plenário da Câmara dos Deputados, em sessão do Congresso Nacional.

Engajada

Chamou a atenção na posse do presidente o discurso, em libras, da primeira-dama Michele Bolsonaro. O texto emocionou até a intérprete aos ouvintes. Envolvida nas causa de pessoas com deficiência, Michele disse: “Vocês serão valorizados e terão seus direitos respeitados”.

Sequência

Ao tomar posse ontem, o governador João Azevêdo lançou o seu slogan de governo “Segue o trabalho”. Reforçou que nenhuma picuinha vai atrapalhar sua relação com Ricardo Coutinho: “Somos muito mais que irmãos”. Ele dará posse ao secretariado hoje, às 10h, no Espaço Cultural.

Disponível

O ex-governador Ricardo Coutinho evitou falar em eleições 2020, na posse de João Azevêdo. O socialista disse que não é hora para se discutir ou pensar em novo pleito. Por enquanto, Ricardo se colocou à disposição de João Azevêdo para quem ele poderá prestar ‘consultoria’.

Renovada

Lígia Feliciano entrou para a história da Paraíba ontem ao se tornar a primeira mulher a tomar posse pela segunda gestão seguida no cargo de vice-governadora. Ela não conseguiu esconder a emoção de repetir o juramento quatro anos e muitas lutas depois, ao lado de João.

Democrático

O vereador João Corujinha tomou posse ontem na presidência da Câmara de João Pessoa, para o biênio 2019/2020. O novo presidente afirmou que, ao lado dos integrantes da nova Mesa Diretora, vai procurar implementar ações e melhorar o desempenho do Legislativo.

Campina

A nova Mesa Diretora para o biênio 2019-2020 tomou posse ontem, com Ivonete Ludgério (PSD) reeleita presidente, tendo Marinaldo Cardoso (PRB) na vice-presidência. Ivonete destacou o empenho em administrar corretamente as finanças da Casa apesar da crise.

Futuro

O prefeito Romero Rodrigues prestigiou a solenidade de posse da nova Mesa da Câmara Municipal, disse estar aberto a conversar com os governos do Estado e com o presidente da República para desenvolver parcerias que beneficiem Campina Grande.

Zigue-zague



  • Registro, emocionado, a ligação de Robson Gouveia, irmão do ex-deputado Rômulo Gouveia, em agradecimento em nome da família pelo texto publicado aqui, na edição do Natal, sob o título “Ausência mais que sentida”.




 



  • O mesmo texto, em alusão à ausência do político audaz e amigo presente Rômulo, também recebeu elogios de vários amigos e admiradores do gordinho, a exemplo da senadora eleita Daniella Ribeiro, através do Instagram.


Relacionadas