terça, 22 de outubro de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

Um gol de placa

29 de junho de 2019
No futebol, a expressão “gol de placa”, de autoria do saudoso Joelmir Beting, é sinônimo de jogada que termina em tento merecedor de uma placa, pela sua estratégia, beleza e eficiência. Não encontrei outra que pudesse definir a iniciativa do Tribunal de Contas da Paraíba de lançar o App “Preço da Hora”, numa parceria com a UFPB e Governo da Paraíba.

O TCE, que fiscaliza as contas de todos os órgãos públicos estaduais e municipais da Paraíba, cuja equipe vive conferindo preços para descobrir se licitações estão viciadas ou se produtos estão sendo adquiridos com sobrepreço, decidiu usar esse conhecimento e oferecer ao cidadão um serviço de valor inestimável: um site onde pode conferir, a qualquer hora, o menor preço de um produto que deseja comprar.

Até o nome da ferramenta é “de placa”. O “Preço da Hora”, que para fornecer a mais atualizada informação ao paraibano, registra o valor registrado na Nota Fiscal emitida. E o paraibano de Cajazeiras poderá saber o menor preço, por exemplo, de determinado modelo de geladeira ou do litro da gasolina em sua cidade, e poderá receber o mapa para chegar a loja ou posto.

Outro detalhe que comprova o gigantismo desse serviço: vai fornecer preços de 121.590 estabelecimentos nos 223 municípios da Paraíba, e pode oferecer comparações de valores que facilitarão a decisão de compra dos cidadãos.

O aplicativo, que foi apresentado no Palácio da Redenção, começou a ser concebido em janeiro, quando um convênio de cooperação técnica, que permitiu acesso as Notas Fiscais controladas pelo Estado, foi assinado com o governador João Azevedo. Mas tem ainda informações do IBGE, Ministério da Indústria e Comércio Exterior, Agência Nacional de Petróleo e Agência Nacional de Vigilância Sanitária, entre outros.

Nesse primeiro momento, o App vai ajudar o cidadão. Depois, segundo informou o conselheiro Arnóbio Viana, presidente do TCE, será melhorado para facilitar também as compras públicas, evitando

superfaturamento e garantindo que os impostos dos contribuintes rendam.

Entre as muitas vantagens desse App, o TCE destaca, além dos ganhos para os consumidores, o incentivo ao comércio, controle da inflação e mais arrecadação para nosso Estado. Uma boa iniciativa.

TORPEDO

"Se não fosse este homem, liderando um grupo de patriotas como juízes, desembargadores e promotores, nós não teríamos Lava Jato no Brasil. E não teríamos trancafi ados em prisões aqueles que usurparam, roubaram e enganaram os brasileiros, inclusive em São Paulo."

Do governador João Dória, ao entregar a Sérgio Moro, a maior honraria de São Paulo, a grã-cruz da Ordem do Ipiranga, afirmando que “O Brasil precisa de mais Moros e menos Lulas”.

O preferido

O governador João Azevedo disse que as eleições 2020 já estão na agenda do PSB. Disse que o antecessor, Ricardo Coutinho seria o melhor nome para disputar em João Pessoa, mas que essa é decisão pessoal.

Improbidade

Ex-prefeito de Malta, Ajácio Wanderley foi condenado em duas ações por atos de improbidade, com a suspensão dos direitos políticos, perda da função pública e proibição de contratar com o poder público.

PhD

Os advogados Sales Gaudêncio e Solon Benevides são, desde ontem, PHD em Direito Público pela Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha. Foram aprovados pela Banca de Investigação e diplomados.

Alfinetada

Para João Azevedo, com Ricardo na Prefeitura, “João Pessoa voltaria a ganhar uma gestão planejada, eficiente e de ações constante como nós tínhamos naquela época”. Para quem foi dirigida a alfinetada?

Candidato

O agrônomo Inacinho, filho do presidente da Asplan, José Inácio de Morais Andrade, entrou na corrida eleitoral em Itapororoca. Está de olho na prefeitura, seja como titular ou vice, vai depender da situação futura.

Obras

O presidente da Famup, George Coelho comemorou a edição do Decreto que prorroga para 14 de novembro, a conclusão de obras com recursos pendentes. Disse que a Paraíba poderia perder R$ 1,134 bilhão.

Zigue-zague

< Virada positiva: após 20 anos de negociações, fechado acordo de livre comércio entre o Mercosul e União Europeia. Jair Bolsonaro comemora vitória do seu governo.

> Do presidente da CNI, Robson Andrades, sobre o acordo: É o “passaporte para o Brasil entrar na liga das grandes economias do comércio internacional”.

Relacionadas