domingo, 08 de dezembro de 2019

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Sobre Lena Guimarães

19 de novembro de 2019
Conheci Lena quando ainda estreava no jornalismo, vindo do extinto O Norte, para fazer o caderno “CORREIO Jovem” no Correio da Paraíba. Poderia até dizer que fomos colegas de redação, mas na verdade nossa relação era de ‘professora-aluno’, ‘conselheira-aconselhado’. Desde o início ela estimulava a leitura entre os jovens e aplaudia o sucesso editorial do caderno. Em seguida, foi uma das pessoas que nos indicou para selar parceria com Abelardo Jurema Filho, como seu ‘interino’, na coluna social mais prestigiada do Estado. Nos últimos anos chegamos a dividir a bancada do programa político da RCTV com Hermes Luna e sempre trocávamos figurinhas sobre os bastidores políticos da Capital Federal. Da Paraíba, ela sabia mais de Brasília do que muita gente que morava aqui. Lena era valente, mas ao mesmo tempo conciliadora. Nos chamava à razão e nos ensinava a olhar lá na frente: “o mundo gira e dá voltas!” Cheguei a testemunhar ela ‘puxando orelha’ até de desembargador que buscava seus conselhos no âmbito político e que, na sua ótica, em dado momento, teria agido mal. Foi a primeira mulher a ocupar o cargo de editora-geral do jornal CORREIO e Secretária de Comunicação do Estado. Chegava a ser leve em seus textos, mas não tinha pena de pegar pesado contra mal feitos. Combatia o erro e a corrupção. Lena era figura certa no almoço da bancada federal que fazemos todos os anos, no mês de janeiro, em João Pessoa: “não falto de forma alguma”. Mas na última edição, este ano, ela precisou faltar e me enviou esta mensagem, como prenúncio: “vou faltar desta vez porque fiz uma cirurgia e estou convalescendo. Mas sei que será um sucesso. Estou em concentração e espero retornar à ativa na próxima semana”. Lena queria um mundo melhor, com políticos mais compromissados, uma Paraíba mais desenvolvida e um país diferente. Deixa um legado e fez escola. Uma pessoa incrível que fez uma incrível história. Respeitada por todos, tinha minha admiração pessoal e de toda a bancada federal paraibana.

A seguir algumas mensagens que recebemos de parlamentares em Brasília:

Senador Maranhão

“Não vou externar minha dor porque momentos como esse me deixam sem palavras. Mas quero render um tributo de gratidão a quem foi fiel às amizades, aos conceitos de ética e moralidade. Lena foi uma profissional exemplar, que fez do jornalismo um campo sério de informações bem construídas, fazendo análises perfeitas da política paraibana e do Brasil”.

Senador Veneziano

Em vídeo, manifestou: “Lena foi um exemplo do bom jornalismo, do jornalismo sério que buscava transmitir as informações fidedignas com opiniões sempre abalizadas, com grande formação intelectual. Tive a oportunidade de acompanhar seu trabalho por muitos anos e estou muito doído neste momento”.

Senadora Daniella

“Muito mais do que sua trajetória brilhante e ilibada, que serve de referência a tantos outros jornalistas, Lena deixa lembranças inesquecíveis para quem teve a honra de conviver com ela. Seu jeito discreto nunca a impediu de demonstrar afeto pelas pessoas. Pautada pela ética, ela deixa uma lacuna no jornalismo paraibano”.

Deputado Hugo Motta

“Competente, Lena que atuou de repórter a diretora de jornalismo, passando pelo cargo de Secretária de Comunicação do Estado, além de colunista política, sempre se apresentou franca e assertiva. Um exemplo a ser seguido.”

Deputada Edna Henrique

“A Paraíba perde uma das melhores jornalistas da atualidade. A responsabilidade com a notícia, o apuro e os bons princípios, eram marcas registradas de sua trajetória profissional. Seu legado de trabalho certamente será ainda lembrado por muitas gerações e merece nosso respeito e admiração. Uma perda irreparável”.

Deputado Aguinaldo Ribeiro

“Um ser humano incrível. Foi um dos ícones do jornalismo paraibano tendo ocupado funções de destaque na comunicação do nosso Estado. Perco uma grande amiga que deixa um legado de contribuição à Paraíba”.

Deputado Ruy Carneiro

“Mais do que uma conselheira, perdi uma grande amiga, por quem sempre tive respeito e admiração. Sua partida representa uma grande perda para toda a Paraíba. Profissional competente marcou a história da comunicação no nosso Estado, inaugurando uma verdadeira escola de jornalistas”.

Deputado Julian Lemos

“Lena Guimarães partiu precocemente deixando um legado de respeito, ética e competência. A Paraíba não perde apenas uma grande profissional, mas também uma mulher extraordinária”.

Relacionadas