segunda, 10 de dezembro de 2018

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Romaria em Brasília

04 de novembro de 2018
Prefeitos de todas as regiões da Paraíba estiveram em Brasília, esta semana, circulando pelos gabinetes do Congresso Nacional em busca de recursos para os seus municípios, via emendas parlamentares. A movimentação que ocorre todos os anos nessa época, ganhou clima de efervescência com a repercussão do resultado das eleições no último domingo. O coordenador da bancada paraibana, dep. Wilson Filho, não teve dificuldades para obter o quórum máximo (a única ausência - justificada - foi do dep. Hugo Mota) em duas reuniões na noite de terça: uma aberta, com prefeitos e representantes de entidades; e outra fechada, apenas com parlamentares, entre os quais os recém-eleitos Ruy Carneiro, Edna e Frei Anastácio.

Na reunião aberta, os prefeitos, entre eles os de Campina e João Pessoa, apresentaram suas demandas. Da mesma forma, num gesto de respeito à bancada, o governador eleito João Azevedo veio a Brasília entregar, a cada parlamentar, lista com ‘13 obras prioritárias’. Ciente de que o total de seu pedido ultrapassava a casa dos R$ 700 milhões, e que o ‘teto’ das emendas de bancada é de R$ 170 milhões, o futuro governador teve a humildade de deixar os parlamentares decidirem quantas, e quais, poderiam ser atendidas. Um estilo bem diferente dos últimos 8 anos.

Os membros da bancada precisaram se reunir novamente, desta vez apenas entre eles, em meio a jantar na casa do coordenador Wilson Santiago, pai e filho, para bater o martelo sobre o encaixe das peças no difícil ‘quebra-cabeças’ - de poucos recursos e muitos pedidos - indicando ao final, 6 obras para as 6 emendas, distribuídas em 5 áreas:

Saúde: Manutenção da rede de hospitais do Estado R$ 50 mi;

Infra-estrutura hídrica: Complementação do canal piancó, (Coremas-Mãe d’água): R$19 mi;

Segurança: Reforma dos IPCs: 15 mi;

Educação: Hospitais Universitários de J. Pessoa, Campina e de Cajazeiras: R$ 40 mi;

Mobilidade Urbana: R$ 46 mi, divididos igualmente para J. Pessoa e Campina;

A bancada deu mais uma prova de entendimento e de convergência elegendo prioridades voltadas aos que mais precisam, superando diferenças partidárias que parecem ter ficado nas urnas. E nem poderia ser diferente, afinal esse é o propósito maior da representação popular.

Mas nem sempre foi assim. E, justamente, por às vezes faltar convergência em várias bancadas estaduais, o Governo Federal eleito estuda novas formas de ‘atendimento’ aos municípios, - uma linha direta de transferência de recursos aos prefeitos - diminuindo a ‘romaria’ que se faz todos os anos em Brasília, cujo procedimento também já está na hora de mudar.

Liderança de Aguinaldo

Notadamente o deputado Aguinaldo Ribeiro exerce a maior liderança individual dentro da bancada paraibana. Era impressionante o número de prefeitos e representantes de entidades no gabinete da liderança do Governo, durante toda a semana.

Transição em Brasília

O deputado federal eleito, Julian Lemos, passará a integrar a equipe de transição do Governo Federal a partir deste mês, em Brasília. Ele é amigo pessoal do presidente Bolsonaro e confirmou também convite a outro paraibano: o pastor e procurador Sérgio Queiroz, da Igreja Cidade Viva, cotado para ser o próximo AGU – Advogado Geral da União.

Coordenação & Liderança dos Santiago

Pai e filho em ação. Wilsinho como coordenador da bancada mostrou desenvoltura na direção dos trabalhos ao longo de toda semana. E Wilson pai está cotadíssimo para assumir a liderança de seu partido, o PTB, na Câmara Federal. Se vai querer ou não, eis a questão...

Competência em Cajazeiras

Entre os representantes de entidades presentes às reuniões com a bancada federal, destaque para a coordenadora do projeto do Hospital Universitário de Cajazeiras, dra Mônica Paulino, que discorreu com segurança e propriedade sobre a importância do hospital no alto sertão.

Feed Back de Efraim

A apresentação da dra. Mônica Paulino valeu a pena. No mesmo dia às onze e meia da noite o deputado Efraim Filho, que atua na região, avisou que a indicação de emenda de R$ 25 milhões ao HU de Cajazeiras tinha sido aprovada.

Discurso Atrasado

O deputado Luiz Couto aproveitou a movimentação de prefeitos no Congresso Nacional para fazer um duro discurso pós segundo turno das eleições: “o povo foi enganado”. Até agora os prefeitos estão sem saber se, afinal, ele se referia às eleições de 2018...ou de 2014.

Horário de verão

Começou o horário de verão em Brasília. Ao chegar à Capital Federal adiante o relógio em 1h.

Relacionadas