quinta, 12 de dezembro de 2019

Sony Lacerda
Compartilhar:

Respeito às histórias

14 de setembro de 2019
O governador João Azevêdo foi enfático, ontem, ao cobrar respeito por parte do ex-governador Ricardo Coutinho. Em entrevista no município de Juazeirinho, Azevêdo foi direto: é preciso um respeitar a história do outro. Isso para mim, é princípio básico. O recado teve ares de resposta a Ricardo que, em entrevista, alegou ter elegido o governador já que pouco antes do processo eleitoral, o então candidato só seria conhecido de 2% dos paraibanos.

Com a resposta de João, o racha interno do PSB ganha contornos de oficial e pelo que vimos nenhum está disposto a sentar para tentar uma reconciliação, até porque ninguém quer assumir que errou. É como dizem alguns aliados e integrantes do próprio PSB, como o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino: “acabou a confiança que um tinha no outro e isso dificulta muito as relações”.




Que essa briga fique apenas dentro do partido, não chegue a prejudicar a administração estadual. Pelo menos, no que depender da Assembleia Legislativa, o governador está preservado com o apoio da maioria dos parlamentares. João conseguiu reunir em Juazeirinho o presidente da Assembleia, Adriano Galdino, além dos deputados que compõem o G11 na Casa Legislativa.




João e Ricardo mantêm o mesmo discurso quanto aos atos que geraram toda essa confusão. Eles dão a entender que existe algo ainda não revelado. Ricardo tem bradado que o fato de não o aceitarem na presidência do PSB tem um motivo a mais. Do mesmo modo, João acredita que a forma como se deu a destituição de Edvaldo Rosas também teria um motivo para vir à tona.

Será que existe mesmo um motivo a mais para esses dois questionamentos? Vai saber. E já que a probabilidade de uma reconciliação é pequena, mas não tão distante, João precisa focar na administração para que o racha também não se instale no Governo.




Crise em Brasília




Deputados federais e senadores estão de olhos voltados para a crise instalada no PSB paraibano. Nos corredores do Congresso ou entre um cafezinho e outro, o assunto é a relação extremecida de João Azevêdo e Ricardo Coutinho. O deputado Damião Feliciano chegou a dizer que o episódio tem reflexos em outros partidos que compõem a base de apoio ao Governo paraibano. Apesar disso, ainda é cedo para avaliar o posicionamento das legendas.




No poder




Em uma postagem no Instagram com foto ao lado do governador João Azevêdo e de colegas deputados, Pollyanna Dutra fez questão de afirmar que “o povo continua no poder”. O recado da parlamentar seria uma forma de reafirmar o compromisso de João com o projeto político do PSB que governa a Paraíba há mais de oito anos? Parece que sim.




Biocombustível




O presidente da Frente Parlamentar de Biocombustíveis e Energias Renováveis na Assembleia Legislativa da Paraíba, Tovar Correia Lima, participa, na segunda-feira, em Recife, do Fórum Nordeste 2019. O evento é uma oportunidade para discussão sobre os desafios e oportunidades nos setores de biocombustíveis e energias limpas.




Solidariedade




Prefeitos paraibanos participaram, ontem, de reunião no Hospital da FAP, em Campina Grande, para anunciar a realização da campanha ‘Ajudando quem mais ajuda’. O objetivo é colaborar com recursos financeiros com a unidade hospitalar que atende pacientes de 146 municípios. A ação é promovida pela Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) e tem o objetivo de fazer com que as gestões aprovem lei regularizando a doação mensal de recursos.




Acolhimento




O presidente do TJPB, desembargador Márcio Murilo, encaminhou ofícios convidando os juízes para participarem do treinamento sobre o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento será realizado na segunda-feira, no Fórum Cível de João Pessoa, a partir das 9h e será ministrado pelo servidor do Conselho Nacional de Justiça, Felipe de Brito Belluco.




Parceria




Doação de equipamentos e cessão de prédios foram assuntos tratados em reunião entre os gestores do TJPB e do TRE-PB, desembargadores Márcio Murilo da Cunha Ramos e Carlos Martins Beltrão Filho. Os presidentes afirmaram que a cooperação já existente entre as instituições deve ser ampliada, em benefício da Administração Pública. Para Márcio Murilo, a cessão de equipamentos mais novos amplia o parque tecnológico do TJPB.


Relacionadas