terça, 18 de junho de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

Querem um diferencial

08 de janeiro de 2019
A política, da forma como vem sendo feita há anos, cansou! A eleição do ano passado já provou isso. O povo anda tão carente de representantes, tão exausto da mesmice, que tem buscado um diferencial para eleger seus candidatos. Se a escolha foi acertada, ou não, isso só o tempo vai dizer. O fato é que dentro dessa repetição de corrupção, de dinheiro jogado pelo ralo, aquele que tem o mínimo gesto de desapego acaba se diferenciando, se destaca, e não adianta negar isso.

Na coluna de anteontem abordei o pagamento antecipado do auxílio-mudança aos deputados feito pelo presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está em plena campanha para se manter no cargo. Nenhum paraibano havia ainda se negado a receber o montante, pago legalmente e recebido imoralmente, porque em um país de tantos miseráveis todos hão de concordar que ver esses benefícios todos sendo concedidos a políticos é uma afronta.

E nesse clima de perceber essas desigualdades, dois políticos paraibanos enxergaram a oportunidade de demonstrar o diferencial que a gente vem tratando desde o começo desse artigo.  Vamos começar pelo deputado Pedro Cunha Lima (PSDB). Desde que assumiu mandato no Parlamento Federal ele vem renunciando a auxílios como esses e agora, mais uma vez, anuncia que vai doar sua parte a uma instituição de caridade. Certo. Não vamos canonizá-lo por isso! Mas vou repetir: no meio de tanta coisa ruim, um gesto como esse faz toda uma diferença.

São 513 deputados no Congresso Nacional. Já imaginou se todos eles tomassem a mesma decisão? Me valendo de uma matemática básica, seria uma quantia de R$ 17.288.100,00 doados. Quantas entidades poderiam ser ajudadas? Quantas pessoas que precisam poderiam ser beneficiadas? Essa soma, ou multiplicação, não tenho como calcular.

A senadora diplomada Daniella Ribeiro (Progressistas) também anunciou que renuncia ao pagamento da ajuda de custo. Ela já encaminhou formulário de renúncia ao pagamento à Diretoria Geral do Senado Federal.

Torpedo

"Logo que fui informada sobre o auxílio-mudança decidi abrir mão desse direito, não para fazer caridade, porque o povo brasileiro não precisa disso, mas por uma questão de consciência e respeito à população, que carece de direitos básicos como saúde, educação e segurança", da senadora diplomada Daniella Ribeiro sobre a renúncia ao pagamento do auxílio-mudança pago aos parlamentares no Congresso Nacional.

MPPB

O ex-prefeito do município de Lagoa, Magno Demys de Oliveira Borges, foi denunciado duas vezes pela Promotoria de Justiça de Pombal por desvio de bens ou rendas públicas no exercício de 2011. É denúncia por cima de denúncia. Complicado achar um que escape.

Renovação

A Câmara de Vereadores de Solânea já tem novo presidente. Agora quem está no comando é Flávio Evaristo, que prometeu fazer uma gestão participativa. Sendo assim, projetos que incluam a opinião do povo devem surgir por lá.

Reaproximação

Em Bananeiras, depois das especulações de rompimento entre o prefeito Douglas Lucena e seu vice, Guga Aragão, parece que os dois voltaram a se aproximar. Douglas já teve experiência de rompimento e sabe que não é bom para a gestão.

Em Belém

Apesar de se sentir decepcionado com muitas pessoas, o ex-prefeito Edgar Gama disse que não vai deixar a carreira política. As decepções, segundo ele, são com pessoas as quais ajudou durante seu mandato e que depois lhe viraram as costas.

Paz em casa

O Conselho Nacional de Justiça já definiu as datas para realização das três edições da Semana Justiça pela Paz em Casa em 2019. De acordo com a programação, os julgamentos dos processos de violência doméstica acontecerão entre 11 e 15 de março.

Campanha

A campanha é promovida pelo CNJ de maneira contínua, em parceria com os Tribunais de Justiça estaduais, desde 2015. Na Paraíba, a 12ª Semana foi responsável pela análise de 2.593 processos, no período de 26 a 30 de novembro.

Valendo

O TCU publicou ontem a Decisão Normativa que confirma o congelamento do coeficiente do FPM de 129 localidades com redução populacional.

Zigue-zague



  • O prefeito do município de Sobrado, George Coelho, tomou posse ontem como presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup). Ele prometeu agir para ampliar o repasse federal de tributos aos municípios da Paraíba.


  • Quem também tomou posse ontem foi o desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, agora presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região). Ele vai comandar a Corte durante o biênio 2019/2020. O desembargador Leonardo Videres Trajano é o vice.


Relacionadas