sexta, 20 de setembro de 2019

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Posse Sem Festa

25 de dezembro de 2018
O núcleo duro do novo Governo não brinca em serviço. Em pleno Natal, onde a fé e as esperanças na paz e nos entendimentos deveriam ser renovadas, os homens do presidente eleito decidiram cancelar os shows previstos para a festa da posse em Brasília. Também não deverá ter sinal de celular com bloqueadores de sinais e o espaço aéreo sobre a Esplanada dos Ministérios estará fechado, inclusive para ‘drones’. Será um primeiro de janeiro bem diferente. As medidas teriam sido tomadas após operação da Polícia Federal no escritório de advocacia que faz a defesa do autor do atentado contra Bolsonaro em Juiz de Fora. Notas de bastidores sobre a investigação que corre em sigilo, garantem que as descobertas deixaram o entorno do presidente eleito em estado de alerta. Como dá trabalho querer mudar o Brasil.

Posse na Casa Civil

A coluna “Direto de Brasília” foi convidada para prestigiar a transmissão de cargo de Ministro Chefe da Casa Civil, no próximo dia 2 de janeiro, às 10hs, no Palácio do Planalto. Sai Eliseu Padilha e entra Ônix Lorenzoni.

Olha o Golpe!

Alô, alô, Julian Lemos! Está em curso em Brasília uma articulação de bastidores que poderá deixar o PSL e o PT de ‘tanga’ na próxima Legislatura. As duas maiores legendas teriam a preferência na indicação de nomes para a Mesa Diretora e para as comissões temáticas, mas o ‘centrão’ do PP, PR, DEM, PTB e MDB quer formar bloco para tomar essa preferência.

Olha o Golpe 2

A formação desse bloco poderá reunir até 15 legendas, devendo alcançar cerca de 300 deputados. Assim, a indicação para cargos na Mesa Diretora e presidência das Comissões recairia para o bloco que acerta ‘revezamento’ de nomes, entre si, para os próximos 4 anos.

Economia de Pedro

Entre ‘enxugamento’ de cargos, material, uso da verba indenizatória e de gabinete, o deputado Pedro C Lima anuncia que conseguiu economizar, nos 4 anos da atual Legislatura, mais de 2 milhões e 700 mil reais. Essa economia deveria ser regra! Exemplo a ser seguido!

Prestígio em Brasília

O desembargador eleitoral do TRE-DF, paraibano Telson Ferreira, presidente do Colégio Permanente de Juristas da Justiça Eleitoral, esteve em audiências nas últimas semanas em Brasília, com o presidente Michel Temer e com a ministra Rosa Weber, presidente do TSE, encaminhando a ‘Carta de Fortaleza’, com pautas para valorização da Justiça Eleitoral no país.

Prestando Contas

O escritório de representação da Paraíba, que ganhou status de Secretaria, prepara relatório de ‘prestação de contas’ da atual secretária Mayara Santiago. A representação auxilia o Governador quando está em Brasília, e acompanha todos os processos (convênios, contratos, emendas, recursos) das cidades paraibanas, em Brasília.

Paraibano na Capa da Forbes

O empresário paraibano José Janguiê Bezerra Diniz está na capa da última edição da revista ‘Forbes Brasil’ intitulado “Titã da Educação”. Presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, ele tem trânsito livre em Brasília mantendo estreita e respeitosa relação com o MEC e com as comissões de Educação do Congresso Nacional.

Frase

“Em um país desigual como o nosso, não pode ter escassez em creche e abundância no gabinete do deputado. Não pode faltar no hospital e sobrar na gráfica do Senado. Não pode faltar saneamento básico e esbanjar auxílio moradia. Tá errado e tem que mudar!”, deputado Pedro Cunha Lima.

“Com humildade, aceitando quem tem no coração a vontade de construir um Brasil melhor, buscaremos nos próximos anos restaurar o sentimento familiar há muito desgastado em nossa sociedade, bem como a paz dentro de nossos lares. Tenhamos todos um Feliz Natal”, Jair Bolsonaro, presidente eleito e diplomado, pelo twitter.

Relacionadas