segunda, 14 de outubro de 2019

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Planalto & Senado

24 de setembro de 2019
O Senado da República tem sido o esteio do presidente da República no Congresso Nacional. Acostumado a dizer o que pensa, Bolsonaro tem encontrado forte resistência na Câmara entre os membros da oposição e do ‘centrão’ sob a regência de Rodrigo Maia. Em sua defesa, o PSL segue desarticulado. Resta o fiel novato presidente do Senado Davi Alcolumbre que tem sido, até então, um bom fiador. E ele vai precisar. Esta semana será votado na Casa o 1° turno da Reforma da Previdência e a sabatina de seu indicado à PGR. E em breve o Senado estará analisando os vetos à Lei de Abuso de Autoridade e a indicação de seu filho à Embaixada Americana. Se vai dar certo ou não, é bom ‘Jair se acostumando’.

Votação da Reforma da Previdência

O Plenário do Senado deve votar amanhã, o 1° turno da PEC 6/19 (Reforma da Previdência). A partir das 10h, de hoje, a CCJ deve votar o relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), com a análise de 77 emendas. O texto permanecerá o mesmo que veio da Câmara dos Deputados.

Sabatina do PGR

E amanhã está confirmada para as 9hs, a sabatina que irá analisar o nome do procurador Augusto Aras para o cargo de Procurador Geral da República, na CCJ do Senado. Dois paraibanos estarão na plateia, atentos: o ex-procurador Eitel Santiago e o atual presidente da ANPR, Fábio George da Nóbrega. Mas, cada um de um lado.

Dois Paraíbas e 1 PGR

O ex sub-Procurador Geral, Eitel Santiago foi um dos grandes interlocutores de Aras junto aos Senadores da República. Eitel conseguiu quebrar muros e construir pontes. Deverá ser o próximo Secretário Geral da PGR. Já Fabio George é ferrenho defensor da lista tríplice do MPF. Que foi solenemente ignorada pelo presidente Bolsonaro ao indicar Aras.

Projeto Inaldo Leitão

O ex-deputado Inaldo Leitão circulou pelo Congresso semana passada e foi visto no almoço do 10°andar da Câmara dos Deputados. Ele falou com a coluna que não pretende mais concorrer a mandatos eletivos e nem ocupar cargos públicos. Disse que seu projeto agora está inspirado no do saudoso jornalista Josélio Gondim: “Viver a Vida”!

‘1° Secretários’ do Senado

Em sessão solene na última terça-feira o plenário do Senado homenageou os ‘ex-Primeiros Secretários do Senado Federal’, com a criação de galeria com placa e fotos. Entre eles, estão os paraibanos Ronaldo Cunha Lima, Cícero Lucena e Efraim Moraes.

Manifesto de Reitores na Câmara

Notícia veiculada pelo site da Câmara Federal, na semana passada, informava que 24 reitores de Universidades Federais haviam assinado ‘manifesto em defesa das universidades brasileiras’, e o entregaram, em mãos, à deputada Soraya Santos, que presidia a sessão em plenário. No documento não havia a assinatura da reitora da UFPB, Margareth de Fátima Diniz.

Andifes Esclarece

Em contato com a Andifes – Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior, que tem sede em Brasília, fomos informados que, “na verdade, foram os ‘ex’ presidentes da Andifes – reitores e ex reitores – que assinaram e entregaram o documento”!

Alerta ao Governo

O documento cobra “diálogo responsável” entre o Governo Federal e as Universidades Federais, e alerta que “o corte de 30% de recursos poderá comprometer o funcionamento de mais de 300 unidades instaladas em todo o País’.

Frase

"Sem arma você morre. Com arma, você pode ao menos sair vivo”, deputado Julian Lemos, pelas redes sociais, em defesa do porte de arma.

Relacionadas