quarta, 20 de novembro de 2019

Edinho Magalhães
Compartilhar:

O Técnico João em Brasília

13 de outubro de 2019
Em entrevista à TV CORREIO em Brasília, esta semana, o Governador João Azevedo comentou sobre sua última viagem à Capital Federal. Falou sobre a reunião do Fórum dos Governadores que tratou de dois temas centrais: Educação, com o novo Fundeb “que veio do Planalto numa proposta muito ruim” e Segurança, “com a criação de uma comissão de Governadores que irá propor ações para destravar recursos, assim como, ampliar a necessária participação Federal nessa área”.

João que sempre foi um técnico competente, explicou à coluna que os recursos para a segurança nacional estão com a maior parte contingenciados pelo Governo Federal e que, por isso, “os Estados tem feito (e, portanto, bancado) praticamente toda a segurança nas fronteiras, que deveria ser feita pela União”.

João comentou ainda que chamou atenção dos colegas Governadores no Fórum, sobre a questão do teto de gastos, onde existem “armadilhas e nuances que nos empurram para além do limite da Responsabilidade Fiscal e que precisa ser corrigido com urgência”. Por fim, o Governador participou da reunião da bancada federal e comentou que “o encontro serviu para discutir a nova metodologia que será utilizada para o orçamento de 2020, com emendas de bancada e individuais impositivas, onde todos tiveram oportunidade de apresentar suas prioridades”.

Agora é esperar o próximo encontro para que a bancada anuncie, quais prioridades serão atendidas. Os pedidos somam quase R$ 1 bilhão e os recursos não chegam a R$ 250 milhões. O lençol é curto. Missão nada fácil.

Prioridades do Estado

Na reunião da bancada, o Governador discorreu sobre as prioridades do Estado, que são muitas. Entre elas o ramal Piancó (que será executada pelo Dnocs), Segurança, o Centro de Convenções de Campina Grande e a construção de adutoras para municípios.

Novo Encontro

João Azevedo elogiou o coordenador da bancada, deputado Efraim Filho “que vem atuando com habilidade e bom senso na condução dos trabalhos”. Efraim vai convocar uma segunda reunião da bancada - até o próximo dia 24 - para definição das prioridades.

Deferência

E na noite de quarta-feira, em meio a tantos compromissos, o governador fez questão de dedicar uma visita exclusiva ao gabinete do senador José Maranhão, único ex-Governador do Estado com assento na bancada federal paraibana.

No Ministério da Saúde

E os deputados Ruy carneiro, Edna Henrique e Wilson Santiago acompanharam o presidente da Fundação Napoleão Laureano, Carneiro Arnaud, em audiência no Ministério da Saúde última quarta. “Tivemos o compromisso do ministro Mandetta para liberação de recursos ao Hospital”.

Em São Paulo

Depois da bancada feminina tucana ter visitado o governador de São Paulo no início da semana, com a deputada Edna Henrique, agora foi a vez dos deputados Ruy Carneiro e Pedro Cunha Lima serem recebidos por João Dória no Palácio dos bandeirantes, última sexta.

Contra a lei de Abuso de Autoridade

Os procuradores paraibanos Fabio George da Nóbrega e Ângelo Fabiano da Costa, presidentes das Associações Nacionais dos Procuradores da República e do Trabalho, respectivamente, iniciaram uma cruzada em Brasília contra os efeitos da lei de Abuso de Autoridade. Patrocinaram, com entidades de Magistrados, ações (ADI) no STF, contra a nova lei.

Contra a Lei e Contra o Abuso!

Na opinião do procurador Fábio George “é preciso deixar claro que não concordamos com o abuso de autoridade, com nenhum abuso, mas não podemos concordar que queiram impedir os magistrados e procuradores de realizarem suas atribuições constitucionais mais simples, nada mais do que o dia a dia de seu trabalho”.

 

"Não basta serem honestos, precisam sempre parecer honestos. Esse preceito é sintetizado com clareza no ensinamento de irmã Dulce que inaugura a presente representação”, subprocurador da República Lucas Rocha Furtado em solicitação ao TCU para monitorar os gastos com a viagem de autoridades ao Vaticano, em avião da FAB, última quinta.

Relacionadas