sexta, 20 de setembro de 2019

Pessoa Júnior
Compartilhar:

O Galo respira

31 de julho de 2019
A vitória do Treze contra o Globo-RN no final de semana, passou mais tranquilidade para o elenco. A caminhada contra o rebaixamento ainda é muito longa, mas tudo pode acontecer, desde que o grupo se mantenha disciplinado e encarando todos os adversários com naturalidade, pois não tem bicho de outro mundo no trajeto. No futebol tudo é possível, desde que a competência seja colocada em primeiro plano.

E ao comentar que tudo pode acontecer, acredito que o Treze pode conquistar um resultado importante contra o líder Sampaio Corrêa, fora de casa. Longe da pressão da torcida o time pode render muito mais. O adversário vive um bom momento, mas não é imbatível e já mostrou isso em jogos da Série C do Campeonato Brasileiro. Sendo assim, o elenco trezeano tem mais é que acreditar no seu potencial para chegar ao lugar que lhe interessa.

O Sampaio Corrêa vive um bom momento, vai jogar em casa e com aquela confiança de que terá pela frente um adversário com muitas dificuldades para fugir do rebaixamento. É nisso que o Treze tem que se basear para colocar em prática o seu poder de superação e conquistar mais um resultado positivo no Brasileiro da Série C. Não existe nada de impossível. É só acreditar que não existe ninguém imbatível no futebol.

O Treze ganhou uma semana inteira para se preparar para mais um jogo decisivo na Série C do Brasileiro e fora de casa. Tempo suficiente para se armar de uma maneira que possa neutralizar as principais jogadas do adversário e aproveitar bem as oportunidades do jogo. Tudo isso com calma e competência. Nada de desespero. A realidade atual exige muita cabeça no lugar para que os resultados possam acontecer de forma bem natural. Ao mesmo tempo o grupo espera pela tradicional corrente positiva da sua torcida nessa caminhada.

Filme antigo

A Federação Paraibana de Futebol (FPF) divulgou a tabela do Campeonato Paraibano da Segunda Divisão, mas sem os locais dos jogos. O evento começa dia 25 e oferece duas vagas à elite do futebol paraibano de 2019. Treze times estarão na briga.

Positivo

O ECMP terminou a Taça Brasil de Futsal em segundo lugar, perdendo apenas para o Palmeiras na grande decisão. O título de vice-campeão na categoria sub-11 só valoirza o futsal paraibano que tem apresentado um crescimento muito forte nos últimos anos em todas as categorias de base. A diretoria está de parabéns, assim como comissão técnica, atletas e pais de atletas que participaram da campanha vitoriosa.

Negativo

Quando o paraibano Edival Marques (Netinho), retornar para João Pessoa com a medalha de ouro do taekwondo conquistada no último domingo no Pan-Americano de Lima, com certeza será convidado por muitos políticos para as falsas homenagens. Pouca gente sabe o que esse garoto passou para crescer na modalidade, sem a força de grandes patrocinadores. Lá vem os aproveitadores de plantão.

Mais ações

Além de preparar a realização da Copa de Seleções de Bairros, o secretário Emano Santos também acompanha as ações para a Semana da Juventude, com atividades esportivas e culturais. Os dois eventos prometem ser concorridos. Emano Santos trabalha com toda a equipe da Sejer para atender as expectativas dos participantes.

No foco

-É muito bom o trabalho que o professor Rodrigo Sousa faz com as categorias de base da AAPB. Está na final do Campeonato Paraibano de Futsal Sub-8 por méritos e vai encarar o COPM-BM na briga pelo título. Rodrigo Sousa é só otimismo.

-O Clube dos Oficiais perdeu para o ESO/Fla por 3x1 no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paraibano de Futsal, categoria sub-12. O resultado adverso não desanimou o técnico Leucio Laerte (Leucinho) que acredita no apoio da torcida do COPM-BM para conquistar o título da temporada. A partida de volta está marcada para amanhã à noite, 21h, no ginásio do Clube dos Oficiais, em Manaíra. Se ganhar o jogo no tempo normal, a decisão vai para a prorrogação.

Relacionadas