quinta, 21 de março de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

Novo passo

30 de dezembro de 2018
Ao chegar na última edição de 2018, podemos dizer que não foi um ano fácil. Começamos lá em janeiro com sonhos de realizações e torcendo para termos em nossos dias as melhores notícias - redução das desigualdades, avanço nas relações interpessoais, melhoria da economia e desenvolvimento social. Fechamos mais um ciclo, preparamos a nova jornada chamada 2019.

Para os brasileiros, a palavra de ordem foi acabar com a corrupção na política. Sim, na política. Nas relações diárias, os pequenos ou graves desvios continuam alimentando a rotina nacional.

Milhares de pessoas foram às ruas na defesa da honestidade em primeiro plano. A eleição presidencial definiu uma mudança de rumo da administração pública. A renovação foi tão intensa, que os ministros do novo governo tiveram de passar por curso intensivo de gestão pública esta semana. Poucos tinham conhecimento sobre a área.

O critério de escolha do novo ministério foi técnico e de posições antagônicas ao que está instalado no País. Como disse o futuro presidente, eles não têm o direito de errar com o povo brasileiro. Primeiro passo será dar um rumo à economia nacional e às relações administrativas.

A expectativa é de que os rumos defendidos pelo presidente em sua campanha comecem a dar sinais nos primeiros meses da gestão. Como nada acontece da noite para o dia e não se corrige séculos de vícios, falhas e manias num passe de mágica, teremos de dar crédito e esperar um pouco mais. Temos de reaprender a cobrar, exigir e defender o que nos é mais caro. Não apenas para si mas pensar no coletivo.

As vantagens pessoais precisam ficar no passado. Toma lá, dá cá, deve virar frase das nossas memórias mais remotas. Na prática, temos de agir, construir, produzir e compartilhar. Quando um ganha, niguém perde. Vai ser difícil contruir algo nesse parâmetro. Egocentrismo é coisa de criança mimada e as nossas, vejo isso na minha Elaine, querem algo verdadeiro para formar o seu futuro.

A você que pediu mudança de comportamento e exige honestidade dos políticos, faça uma análise dos próprios atos e construa a partir de si esse Brasil que todos precisam. Não daqui a dois dias.

Que seja, agora. Até 2019!

(Damásio Dias)

TORPEDO

"Israel é a terra prometida e Brasil é a terra da promessa. E o senhor encabeça a boa gestão desse país para concretizar essa promessa. Israel quer ser parceiro do Brasil nessa empreitada."

De Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, em encontro com o presidente diplomado do Brasil, Jair Bolsonaro, na sexta-feira. Eles discutem cooperação mútua entre os dois países.

Trabalho

Com o novo governo à porta de entrada, o governador Ricardo Coutinho corre para, pessoalmente e dentro dos seus oito anos, entregar as obras realizadas na sua gestão. Segundo ele, vai ter inauguração até o derradeiro dia de 2018. Na terça-feira, passa a faixa para João.

Mudança

Será também na terça-feira, às 10h30, a solenidade de posse da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa no biênio 2019/2020. O novo presidente, João Corujinha (DC), tem Leo Bezerra (PSB) e Fernando Milanez Neto (PTB) nas duas vice-presidências.

Produção

Levantamento feito pelo Portal Correio, mostra o vereador Eduardo Carneiro (PRTB) como o mais produtivo da Casa em 2018, com 96 projetos de Lei apresentados. Tibério Limeira (PSB) aparece em 2º lugar, com 92 projetos; Humberto Pontes (Avante), com 63, é o 3º.

Personalidade

Herdeira política de Zenóbio e Léa Toscano, a deputada Camila demonstrou em seu primeiro mandato a capacidade de defender os direitos das mulheres, dos servidores públicos, dos atletas e na luta por melhorias na segurança pública. Deixou sua marca e segue em 2019.

Foi só começo

Ao final do primeiro mandato, Tovar afirma ter seu trabalho reconhecido pela luta em defesa da segurança hídrica, o desenvolvimento regional, educação, investimentos em segurança pública, além do combate ao aumento de impostos, com a divulgação do ‘impostômetro’.

Missão cumprida

Tendo ficado na segunda suplência de sua coligação, o deputado Jutay Meneses fez um balanço de sua atuação. Ele pautou seu mandato na defesa dos direitos dos pescadores e dos consumidores paraibanos, incentivo ao esporte e defesa das pessoas com deficiência.

ZIGUE-ZAGUE

< A Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba (ADEPDEL) emitiu nota parabenizando João Azevêdo por “ter um delegado de Polícia Civil comandando a Segurança Pública”.

> O presidente da Câmara de Patos, Sales Júnior (PRB), fez um balanço das ações em 2018. Passaram pela Casa 485 requerimentos, 33 projetos de lei do Executivo, 119 projetos de lei do Legislativo e 85 emendas impositivas.

Damásio Dias e Equipe CORREIO

Relacionadas