quinta, 21 de março de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

No primeiro dia…

03 de janeiro de 2019
No primeiro dia no comando do Governo do Estado João Azevêdo quis logo mostrar o trabalho de continuidade que ele pretende fazer nos próximos quatro anos. O discurso, ao menos, já foi um indicativo disso. João entra no cargo de chefe do Poder Executivo com uma medida idêntica a de seu padrinho político e antecessor Ricardo Coutinho. Ele quer enxugar a máquina pública. Uma atitude que deixa dúvidas, pois nos oito anos de Coutinho sempre foi dito que havia sido feito esse enxugamento.

A intenção de João é promover um corte de 30% nesse número para, segundo ele, reduzir custos e aprimorar os resultados da máquina pública. Os cortes deverão sair da folha dos funcionários comissionados.

Contudo, considerando o tamanho da máquina, eles são minoria. De todas as 109.990 pessoas que ocupam cargo em comissão na Paraíba, 3.558 se enquadram nessa situação, conforme dados do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade - o Sagres - no mês de outubro.

O que preocupa mesmo no estado é a imensa lista de pessoal contratado. Ao todo são 20.117 funcionários empregados dessa maneira na administração pública estadual. Eles estão divididos entre prestador de apoio, prestador professor e prestador de serviço. A Saúde e a Educação são os setores que mais contratam.

Mas essa não foi a única medida anunciada por João Azevêdo. O socialista também vai fundir a Emater, Emepa e Interpa criando a Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária. Essa junção deve gerar uma economia de R$ 20 milhões.

A Rádio Tabajara terá outra denominação e vai passar a integrar a Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), assim como o Jornal A União. As três medidas possibilitarão uma economia de aproximadamente R$ 26 milhões por ano aos cofres do Estado. Pelo menos foram as contas feitas pelo novo governador.

Torpedo

"Hoje o estado tem uma situação de gestão fiscal, financeira e um legado de obras e políticas públicas que poucos estados do Brasil alcançaram. Esse conjunto de ações não caiu do céu, isso foi um esforço muito grande, às vezes, tomada de decisões duras que nosso (ex) governador Ricardo Coutinho teve que tomar em determinados momentos pra que a gente se mantivesse no trilho do desenvolvimento", do governador João Azevêdo,  em evento onde empossou os secretários que comporão sua equipe, sobre o equilíbrio fiscal alcançado durante os oito anos de gestão do ex-governador Ricardo Coutinho.

Sem Couto

Chamou atenção a ausência do ainda deputado federal Luiz Couto no evento de posse de ontem. Lá da plateia gritaram: “Faltou Luiz Couto”. Azevêdo respondeu que ele está terminando o mandato e depois disso estará sendo esperado  de braços abertos.

Salário

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), determinou o repasse imediato do aumento do salário mínimo aos servidores. O anúncio foi feito em sua conta nas redes sociais. De acordo com o gestor pessoense, o impacto na folha será de R$ 500 mil.

Manobras

Alguns políticos de Cabedelo não param de protagonizar cenas lamentáveis. O primeiro dia do ano por lá foi de confusão na Câmara. O prefeito interino Vítor Hugo conseguiu  na Justiça o direito de presidir a sessão. Ele mesmo se elegeu e se empossou no cargo de gestor.

Novo comando

O novo presidente da Câmara de João Pessoa, João Corujinha ,disse que vai fortalecer a Escola do Legislativo. Segundo ele, o instrumento é de fundamental importância para o aprimoramento dos vereadores e servidores da Casa Napoleão Laureano.

Olho nas gestões

O Tribunal de Contas instaurou 455 Processos de Acompanhamento da Gestão para 2019. A relação inclui as Prefeituras e Câmaras, Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público,  Defensoria Pública e o próprio TCE.

Retorno

O TJPB e todas as unidades judiciárias do Estado continuam em recesso forense até domingo, dia 6. O retorno ao trabalho será na segunda-feira, dia 7 de janeiro. Durante esse período, o Poder Judiciário estadual está funcionando em regime de plantão.

Agilidade

O Telejudiciário do TJPB setor responsável pela emissão de certidões já está administrando também, o Protocolo Administrativo, mas, apenas, para o público externo. O serviço pode ser acessado por meio eletrônico, através do e-mail: protocolo.adm@tjpb.jus.br.

Zigue-zague

Começou a contagem regressiva para os futuros deputados. A menos de um mês para a posse, os parlamentares já estão de olho nos gabinetes que vão ocupar a partir de 1º de fevereiro na Assembleia Legislativa.

Dizem por aí que, assim como em todos os inícios de legislaturas, há aqueles que reclamam por se sentirem injustiçados com os gabinetes que ficaram. Mas com a reforma feita é possível que não precisem mais brigar.

Com colaboração de Nice Almeida e Equipe CORREIO.

Relacionadas