terça, 16 de julho de 2019

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Marcha dos Prefeitos

09 de abril de 2019
Mais de mil prefeitos amanhecem hoje em Brasília para a solenidade de abertura de mais uma ‘Marcha dos Prefeitos’, encontro anual que marca o ano legislativo dos gestores municipais.

Embora sempre prestigiado, pela importância das palestras e informações, o evento, na verdade, se transforma numa grande peregrinação de Prefeitos pelos gabinetes Parlamentares no Congresso Nacional, em Ministérios e em órgãos públicos, ao longo da semana.

Pela programação, na parte da manhã, são esperados todos os Chefes de Poderes da República.

As 13hs o prefeito da cidade de Gurjão, Ronaldo Ramos de Queiroz estará como destaque pelo Prêmio ‘Municiência’. Amanhã, a partir das 8h, será a vez da senadora Daniela Ribeiro compor a mesa dos trabalhos, e, às 15hs, o governador João Azevedo estará sendo aguardado para o momento “Fórum dos Governadores”.

Hora do Almoço

Ponto positivo da Marcha dos Prefeitos é que o evento será realizado em Centro de Convenções ao lado do complexo de restaurantes paraibanos ‘Nau e Mangai’, na Capital Federal.

100 Dias

Nesta próxima quinta as gestões do Poder Executivo nos Estados e no Planalto, completam 100 dias de trabalho. E o que isso significa na prática? Nada. Mas serve como referência para a imprensa fazer gráficos e quadros comparativos em especial nas áreas social e econômica.

Tão longe e...

Os deputados Aguinaldo Ribeiro e Welington Roberto podem até não se sentarem lado a lado na mesma mesa por divergências eleitorais. Mas o discurso dos dois líderes, da Maioria e do PR, em Brasília, sobre a necessidade do Governo dialogar com os Parlamentares, está afinadíssima.

...Tão Perto!

Ambos explicam que a proximidade do Governo é importante para formar uma base de apoio, e negam interesse no loteamento de cargos. “O diálogo deve existir para aprovar matérias de interesse nacional e para continuidade de obras do Governo Federal nos Estados e Municípios”.

Previdência Avança na CCJ

Amanhã a Reforma da Previdência deverá receber parecer pela aprovação na CCJ da Câmara dos Deputados. A oposição promete bater bumbo. Mas, por enquanto, não terá efeito. As mudanças só serão discutidas na Comissão Especial que funcionará a partir da semana que vem.

Ruy: Radiografia da Previdência

O deputado Ruy Carneiro foi um dos signatários de requerimento solicitando ao Governo uma ‘radiografia’ da Previdência Social. Ele pergunta: “Quanto cada grupo vai contribuir com essa economia de R$ 1 trilhão? Quanto cada segmento recolhe para a Previdência? Quanto recebe? Qual é o déficit por setor?” E afirma: “Sem isso, a reforma não passa”.

Gervásio: Visão da Reforma

Já o deputado Gervásio Maia oferece mais uma visão para a Reforma: “defendemos que se possa taxar grandes empresas e os dividendos dos cerca de 23 mil contribuintes que não são alcançados. Isso geraria receita de mais de R$ 1 trilhão. Vamos insistir que a pauta seja direcionada às grandes fortunas e não contra os trabalhadores!”

Senadores Focados

A senadora Daniela Ribeiro apresentou emenda incluindo o setor de calçados ao PLS 789/15, que cria a Região Administrativa Integrada de Desenvolvimento Econômico do polo de Caruaru (PE) e de Campina Grande (PB). O relator da matéria é o senador Veneziano Vital.

Repercussão Nacional

Um site de notícias do Paraná “agoraparaná” noticiou esta semana que o deputado Julian Lemos está entre os parlamentares que menos gastaram verba de gabinete nesse início de Legislatura. A economia não deixa de ser importante, mas nesse caso a repercussão é o destaque.

"Uma autoridade existe para reduzir a desigualdade social, e não para fazer parte dela. Pela função que exercemos, temos a obrigação de dar o exemplo”, deputado Pedro Cunha Lima sobre sua proposta de diminuir o número de deputados e senadores no Congresso.

Relacionadas