quarta, 20 de novembro de 2019

Sony Lacerda
Compartilhar:

Mais para as crianças

12 de outubro de 2019
O que de fato o poder público faz pelas nossas crianças? Essa pergunta me faço há bastante e não consigo ver, de fato, uma atuação mais presente do Poder Público, principalmente para os pequenos que moram em comunidades pobres, que já nascem com a pecha de “não ser capaz”, de não ter oportunidades iguais a outra parte que nasce em melhores condições de vida.

Não observamos uma política direcionada para essas crianças em áreas fundamentais como saúde e educação. Óbvio, existem algumas, mas pontuais. Nos deparamos todos os dias com pais em filas de hospitais buscando atendimento e também dormindo em portas de creches para garantir uma vaga.

Parece até clichê, mas falta muito para entender que essas crianças são o futuro da nação. Que são neles que o poder público deve investir pesado. Que é preciso garantir saúde e creche. Hoje, simbolicamente Dia das Crianças devemos pensar em presentes e em festas porque é uma tradição, e não há mal algum nisso. Apesar de que nem todas as crianças têm direito a isso.

Analisando o tema educação, não posso deixar de destacar o trabalho executado pelo deputado federal e presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, paraibano Pedro Cunha Lima. Um dos projetos apresentados e defendidos defendidos pelo tucano está o que aumenta a oferta de vagas nas creches com o objetivo de fortalecer o processo educacional na primeira infância. O projeto de Lei institui o Programa Nacional de Apoio à Manutenção de Crianças Carentes em Creches (ProCreche) e o Fundo Nacional de Apoio à Manutenção de Crianças Carentes em Creches (FunCreche).

Assim como Pedro, seria bom que outros parlamentares paraibanos tomassem para si as causas da infãncia e adolescência. O Brasil ainda é carente de ações que garantam um futuro digno para os nossos pequenos.

Escola cívico-militar

Os pedidos feitos pelo vereador Bosquinho e pelo deputado estadual Eduardo Carneiro para que João Pessoa aderisse ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares foram atendidos pela prefeitura municipal. A secretária de Educação, Edilma Freire, disse que a gestão entende que não deve abrir mão de recursos de forma deliberada e por isso resolveu assinar um ofício de manifestação de interesse. Boa iniciativa, pois educação nunca é de menos.

Emoção

Foi emocionante a apresentação da programação da Festa da Luz de 2020, em Guarabira. Bastante emocionada, a deputada Camila Toscano falou sobre o empenho do pai, o prefeito Zenóbio Toscano, em transformar a festa em um evento grandioso e estadualizado. Zenóbio está afastado do mandato, se recuperando de um AVC isquêmico.

Na Saúde

Em Brasília, a deputada Doutora Paula se reuniu, ao lado de outros parlamentares, com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Na pauta, mais investimentos em hospitais paraibanos, principalmente os que tratam de pacientes com câncer. A parlamentar mantém o trabalho em prol da melhoria da saúde pública na Paraíba.

Caiu como uma bomba

Em Princesa Isabel o tempo fechou para o vice-prefeito, Aledson Moura (PSB), investigado dentro da Operação Calvário. Proprietário da empresa Total Lab, o socialista teria, segundo o Gaeco, sido indicado para participar do esquema por solicitação de Daniel Gomes, apontado como um dos chefes da organização criminosa. Em pleno clima eleitoral para 2020, o ocorrido caiu como uma bomba sobre o grupo do vice-prefeito, que já andava com ‘campanha’ na rua.

Digitais

Cerca de 100 mil processos físicos foram digitalizados pelo Judiciário estadual paraibano apenas no ano de 2019. O total atinge mais de 140 mil feitos migrados para o PJe, desde que foi iniciado o Projeto Digitaliza, em 2018. O número foi alavancado este ano a partir do Ato nº 12, assinado pelo presidente do TJPB, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, estendendo a ação às demais comarcas do Estado.

Destaque

A Paraíba foi o estado que mais recebeu inscrições para o Concurso de Desenho e Redação da Controladoria Geral da União (CGU), que está na sua 11º edição. O número expressivo de 160.000 candidatos reflete o trabalho produzido pela Agência Júnior do Iesp Novos Criativos, do curso de Publicidade e Propaganda e Produção Publicitária, que foi responsável pela produção das peças publicitárias para o concurso.

Relacionadas