segunda, 21 de maio de 2018

Renato Félix
Compartilhar:

Indy na TV: 30 anos esta noite

14 de Março de 2018
"Se a aventura tem nome, o nome é Indiana Jones". Era assim que os comerciais de TV anunciavam a estreia de Os Caçadores da Arca Perdida na telinha, há exatos 30 anos. O filme é de 1981, portanto demorou longos sete anos até que muita gente – eu incluído – tivesse acesso às aventuras do arqueólogo criado por George Lucas e dirigido por Steven Spielberg.

Naquela época, não era todo mundo que tinha videocassete, ainda um produto em fase de popularização. Internet e tudo o que vem dela, então, nem pensar. Para a maior parte daquele que não tinha visto um filme no cinema, restava esperar que a TV aberta (não existia essa expressão porque... bem, porque na época só tinha TV aberta mesmo) resolvesse exibi-lo.

A Globo guardou o filme (e outros) para sua sessão de filmes que chegaria para ocupar as noites de segunda: a Tela Quente. Que, portanto, completou 30 anos semana passada sem que a emissora se desse conta ou desse bola para isso. O primeiro filme foi O Retorno de Jedi (1983). Caçadores foi o segundo. Depois vieram Rocky III (1982) e Alien, o Oitavo Passageiro (1979) fechando o primeiro mês.

Como quem não tinha grana dependia da TV, as exibições de filmes eram um evento – e não dava para perder porque ninguém sabia quando seria reexibido. O papo na porta da casa dos amigos tinha hora para acabar, para dar tempo de chegar em casa antes do filme começar.

Por isso, as chamadas no início do ano mostrando os filmes de, no caso, 1988, eram uma atração à parte (e várias são encontradas no YouTube). Já reparou que as emissoras nem anunciam mais os filmes que vão exibir durante o ano, no começo de sua programação? Pois é, os tempos são outros.

Hoje, Os Caçadores da Arca Perdida passa direto na TV paga, está ao alcance de um streaming e, no meu caso, na minha estante, na coleção em DVD. Nada substitui o frisson daquela espera pelo dia e hora marcados na TV.

Relacionadas