segunda, 10 de dezembro de 2018

Sony Lacerda
Compartilhar:

Famosa ré pra trás

21 de novembro de 2018
Não é de hoje que a gente assiste políticos tentando apagar da memória do povo palavras ditas ou rasgar letras escritas. A tal da ré pra trás, famosa em casos assim se repetiu na Assembleia Legislativa ontem. O espetáculo encenado ainda é a Proposta de Emenda Constitucional do deputado estadual Ricardo Barbosa tentando impedir a eleição anteciapda da Mesa Diretora da Casa para o segundo biênio.

Barbosa usou a tribuna para se desculpar com o presidente Gervásio Maia pelas críticas feitas no início do mês em torno da polêmica que marcou a votação PEC. À época, Barbosa havia dito que a iniciativa do presidente em submeter o caso à Procuradoria da Assembleia seria a “maior besteira de sua vida”. O socialista também chegou a dizer que a medida proposta por Gervásio atenderia a interesses subalternos, que encerrariam sua passagem pela Casa de forma deprimente.

Todo mundo lembra do bate-boca e da confusão entre os deputados. Foi tanta polêmica que até o governador Ricardo Coutinho teve que chamar o feito à ordem, dar um murro na mesa e mostrar quem manda na casa, ou na Casa. Depois dos entreveros, dos babados, das confusões e das gritarias, os ânimos se acalmaram e os puxões de orelha se transformaram em santo remédio.

A novela agora já está perto de acabar e com final feliz. Todas as sementes de girassol foram replantadas e devem crescer sem mais nenhuma interrupção. Apesar disso, Ricardo Barbosa garante que não houve tentativa de golpe na tramitação da PEC e lembrou que eleição antecipada é um casuísmo absurdo, inaceitável. Ele também negou que vá recorrer à Justiça para defender a PEC. (Nice Almeida)

Inconstitucional

Está na pauta de hoje, no Pleno do Tribunal de Justiça, 57 recursos, são 37 processos eletrônicos e 20 físicos. Dentre eles, 13 Ações Diretas de Inconstitucionalidade contra Leis Municipais e Estaduais, Notícias-crimes contra os prefeitos de Taperoá e Aroeiras e Ação Declaratória de Legalidade de Greve do Sindicato dos Técnicos Administrativos da Administração Direta e Indireta do Estado da Paraíba. A pauta pode ser acessada no calendário da página inicial do site.

Barraco em Bayeux

Algumas Câmaras de Vereadores têm vivido momentos que envergonham. Ontem foi a vez de Bayeux, que não consegue sair da crise política desde que Berg Lima foi preso. Grupos de manifestantes faziam suas reivindicações quando os ânimos se acirraram e houve confronto com a guarda municipal. Foi uma confusão feia.

Mais um

A equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) tem mais um paraibano. Trata-se do ex-secretário estadual de Planejamento na gestão Ricardo Coutinho, Tárcio Pessoa. A escolha de Tárcio se deu após indicação de Julian Lemos. Até então, dois paraibanos já haviam sido confirmados, o próprio Julian e o procurador Sérgio Queiroz.

Café literário

A Escola Superior da Magistratura (Esma), vai promover amanhã, a 1ª edição do Projeto Café Literário, com o lançamento de oito livros. O evento será aberto às 17 horas, e faz parte de mais uma ação cultural desenvolvida pelo diretor da unidade acadêmica, desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque. Dentre as publicações, três obras de magistrados do Judiciário estadual que falam, entre outras coisas, de improbidade administrativa e direito à educação.

De novo

O PT entrou com uma nova contestação sobre as eleições em Cabedelo. O dirigente do partido alega que o TRE aprovou uma nova Resolução que desobedece duas regras. A primeira é a do período de vacância. O segundo é que a nova Resolução permite que filiados com menos de seis meses dentro de um partido possam se candidatar a prefeito e vice. O PT foi quem conseguiu derrubar a primeira Resolução sobre o pleito.

Sebrae

A diretoria do Sebrae Paraíba foi reeleita na segunda-feira em reunião extraordinária realizada pelo Conselho Deliberativo Estadual da instituição. Walter Aguiar permanece à frente da superintendência, assim como Luiz Alberto Amorim com a diretoria técnica e João Monteiro da Franca Neto com a diretoria administrativa-financeira. Já a presidência do CDE passa a ser ocupada por Marconi Medeiros.

 

Relacionadas