segunda, 19 de abril de 2021


Compartilhar:

Escândalo em Monteiro

07 de setembro de 2018
Um tio da prefeita da cidade de Monteiro, Anna Lorena (PSDB), chamado Severino Carlos de Andrade Neto, vinha mamando nas tetas da gestão municipal até ser descoberto publicamente, recentemente. Biu da Rainha, como é conhecido o dono da empresa Rainha Empreendedorismo LTDA, abocanhou dois contratos que chegam a quase R$ 1 milhão, somente em 2017.

Um dos contratos firmados tem o valor de R$ 729,6 mil. O outro tem o valor de R$ 174 mil. O total exato é de R$ 903,6 mil para serviços que levantaram a suspeita de órgãos de fiscalização como o Ministério Público e, com certeza, será alvo de análise do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).

O contrato foi renovado este ano e a empresa continua faturando por serviços variados, que vão da locação de carros de som ao pagamento da coleta de lixo da cidade de Monteiro. Esta mesma empresa, segundo foi apurado junto a fontes credenciadas da cidade, está na mira do Ministério Público da Paraíba e pode cair na malha do Ministério Público Federal (MPF).

O órgão estadual já teria constatado se tratar de uma empresa de fachada, criada apenas para angariar contratos fraudulentos com o poder público. Por isso, o Ministério Público moveu um a ação civil pública que originou o processo de número 0800780-39.2018.8.15.0241. Na ação, o MP pede a dissolução compulsória da empresa do tio de Anna Lorena.

O caso precisa ser denunciado no plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba pelo deputado João Henrique, que representa Monteiro e o Cariri no Parlamento estadual.

(Adelson Barbosa dos Santos)

Aulão no Ponto de cem réis

Professores e alunos do curso de História da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) realizaram, ontem à tarde, no Ponto de Cem Réis, em João Pessoa, um aulão público para chamar a atenção da população sobre o abandono do Centro Histórico da cidade, um dos maiores e mais importantes do País. O aulão, comandado pelo professor Ângelo Pessoa, foi motivado pelo incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, esta semana.

Inadmissível

Ângelo Pessoa disse ser inadmissivel que imóveis tombados em ruas do Centro da cidade sirvam apenas para especulação imobiliária em João Pessoa. Os participantes do ato pediram providências das autoridades e alertaram que alguns prédios históricos podem ter o mesmo destino do Museu Nacional do Rio de Janeiro.

Alerta

O aulão do curso de História da UFPB teve por finalidade alertar a sociedade para a importância da preservação da história da cidade e do resgate da memória. João Pessoa é uma das cidades mais antigas do Brasil e possui um rico e vasto patrimônio que se estende do Porto do Capim à Praça da Independência e à Rua das Trincheiras.

Evangelista apoia Maranhão

O empresário e ex-deputado federal Francisco Evangelista de Freitas confirmou ontem o seu compromisso com a candidatura do senador José Maranhão (MDB) ao Governo da Paraíba. Evangelista disse que, dentre os candidatos que se apresentam, Maranhão é o mais experiente e preparado para governar o Estado a partir de janeiro de 2019. “Vou votar em Zé Maranhão e pedir aos meus amigos que me acompanhem”, declarou o empresário.

Para Cássio

Chico Evangelista declarou que, para senador, um voto já está certo: vai para o senador e candidato à reeleição, Cássio Cunha Lima (PSDB). o empresário lembrou que foi secretário de Estado na gestão de Cássio Cunha Lima no Governo da Paraíba. O ex-deputado também afirmou que que está avaliando as outras candidaturas ao Senado para poder tomar uma decisão e anunciá-la nos próximos dias. “Estou avaliando”, disse.

Segurança

Zé Maranhão participou ontem de uma discussão sobre segurança pública com foco na reestruturação da Polícia Civil. O encontro foi na Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba. Na ocasião, o presidente da entidade, Steferson Gomes Vieira, expôs a atual situação do Estado identificada num estudo feito pela associação. “O que ouvi corrobora com o discursos que temos feito”, disse Maranhão.