terça, 16 de julho de 2019

Sony Lacerda
Compartilhar:

Ela está ciente da missão

01 de fevereiro de 2019
A ex-deputada estadual Daniella Ribeiro (Progressistas) assume hoje o mandato de senadora pela Paraíba. Daniella segue para Brasília consciente da missão que tem de representar a Paraíba no Senado, uma instituição criada durante o Governo Imperial, no dia 6 de maio de 1826. O Senado também é conhecido como a câmara alta do Congresso Nacional. Representa o Estado (União) brasileiro. Cada unidade da federação tem igual número de senadores: três. Isso proporciona um equilíbrio entre os maiores e mais populosos Estados com os menores e menos populosos, como a Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Acre, entre outros.

De acordo com a Constituição Federal, cabe ao Senado, dentre outras funções, as de “processar e julgar, nos crimes de responsabilidade, o Presidente da República, Vice Presidente, Ministros do Supremo Tribunal Federal, Membros do Conselho de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, Procurador-Geral da República, Advogado-Geral da União e, nos crimes conexos ao Presidente e Vice, Ministros de Estado, Comandantes das Forças Armadas”.

A bancada da Paraíba no Senado terá, além de Daniella Ribeiro, os senadores José Maranhão (MDB) e Veneziano Vital do Rêgo (PSB). Ontem o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) fez sua despedida, depois de oito anos de mandato. Daniella, a primeira mulher eleita para o cargo tão elevado e importante, promete não decepcionar. Garante que vai representar a Paraíba à altura do que merecem os paraibanos.

Mas o Legislativo brasileiro tem também a chamada câmara baixa, que é a Câmara Federal, formada por 513 deputados distribuídos por Estados. A Paraíba tem uma representação de 12. As menores representações são de oito parlamentares em cada Estado. Câmara e Senado formam o Congresso Nacional, o Poder Legislativo da União.

Eduardo na ALPB

O ex-vereador de João Pessoa, Eduardo Carneiro (PRTB), toma posse hoje como deputado estadual. Sua passagem na Câmara da Capital foi marcada pela postura firme e propositiva. Nos dois anos em que exerceu o mandato na CMJP, Eduardo liderou o ranking de produtividade na Casa, o que o levou a ser apontado pela mídia nacional como o vereador mais atuante do Brasil em 2017.

Despedida

“Quem tem espírito público, não precisa de mandato para servir à comunidade e às pessoas. Continuarei servindo. Comecei a fazê-lo, antes mesmo do meu primeiro mandato, na Assembleia Nacional Constituinte, sempre com dedicação, seriedade, ética e honestidade”. A declaração é do senador Cássio Cunha Lima, que, ontem, se despediu do mandato por meio de postagem no Instagram.

Posse na ALPB

O desembargador José Ricardo Porto vai representar o Poder Judiciário na posse dos deputados hoje, às 9h, na Assembleia Legislativa. Serão empossados 13 deputados de primeiro mandato. Os outros 23 já têm experiência e foram reeleitos. Da Assembleia, José Ricardo Porto seguirá para a Basílica de Nossa das Neves para a Missa em Ação de Graças que abre a programação da posse da nova Mesa do Tribunal de Justiça.

Posse no TJPB

Está marcada para às 16h a posse da nova Mesa do TJPB. Márcio Murilo, Arnóbio Teodósio e Romero Marcelo assumirão os cargos de presidente, vice e corregedor. A solenidade será no Centro Cultural Ariano Suassuna, do Tribunal de Contas. Decano da advocacia paraibana, Paulo Maia saudará os novos dirigentes do TJ em nome da OAB-PB. O desembargador Abraham Lincoln fará a saudação em nome do Tribunal.

Ocupa Flit

Amanhã, na cidade de Conde (litoral sul), será realizado o primeiro Ocupa Flit (Festa do Livro Internacional da Paraíba). Será no Sítio Tambaba, a partir das 16h, com atividades culturais e literárias. O evento será o primeiro passo para a implementação de um projeto que culminará com a uma feira internacional de livros, em setembro, com apoio do Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur).

Sem dúvidas

“O conselheiro André Carlo Torres desenvolveu um trabalho marcante na presidência do Tribunal de Contas do Estado. Na sua gestão, levou em conta a transparência e o acompanhamento dos gastos públicos. E eu não tenho dúvidas de que o novo presidente, Arnóbio Viana, pelo perfil que tem, e pela dedicação ao que faz, dará continuidade ao excelente trabalho”, comentou o presidente da CMJP, João Corujinha.

Relacionadas