terça, 13 de novembro de 2018

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Debate no CORREIO

25 de setembro de 2018
A TV CORREIO/Record na Paraíba estará promovendo debate entre os candidatos a Governador do Estado, na próxima sexta-feira. Sob a coordenação do experiente ‘âncora’ Hermes Luna, o debate servirá como mais uma oportunidade para os candidatos apresentarem suas propostas e pensamentos auxiliando na decisão dos eleitores.

O Sistema CORREIO, maior conglomerado de comunicação do Estado, chama para si a responsabilidade perante seus leitores e ouvintes neste importante momento de participação cívica e popular. Mais importante do que saber quem vai ganhar, é ter um candidato para votar. Todos devem participar no seu dever de casa diminuindo os altos índices que votos nulos/brancos verificados nas últimas eleições. Deixar de votar ou anular o voto facilita a eleição de candidatos sem vínculos com a população, pois a contagem final dos eleitos se baseia apenas nos votos válidos, diminuindo o número de votos mínimos para se eleger.

O debate serve também para saber de cada candidato como deverá ser conduzida a relação de seu Governo com “Brasília”, caso seja eleito. Como a disputa segue indefinida tanto na esfera estadual como na nacional, poderemos ter um Governador alinhado e aliado com o Governo Federal, ou não. E mais importante do que esse alinhamento político partidário, será o alinhamento do eleito com a população que o elegeu. E aqui nos deparamos com algumas situações que irá exigir capacidade técnica e política dos nossos candidatos: se o Governador eleito for mais de esquerda e o Presidente escolhido for mais de direita, por exemplo, pelo bem da população paraibana o Governador terá que construir pontes de entendimento com Brasília em busca de recursos, investimentos, convênios e financiamentos.

Não deverá ter espaço nenhuma pauta partidária nesse momento. E mais: um Governador bem antenado com sua população, deve observar, ainda, qual candidato à Presidência foi o mais votado em seu Estado, ainda que não tenha sido eleito.

Buscar um equilíbrio entre o que o Estado precisa e o que a maioria da população paraibana deseja, é o grande desafio de todos os candidatos.

Que vença o mais votado. E que seja o melhor.

Convite para Debate

Por falar em debates, o titular da coluna foi convidado a participar do encontro entre os presidenciáveis promovido pelo site UOL e jornal Folha de S. Paulo, marcado para amanhã, em São Paulo. Na sexta-feira estaremos acompanhando nos bastidores dos estúdios da TV CORREIO a participação dos candidatos ao Governo da Paraíba.

Urnas Eletrônicas

Desde ontem (24), teve início em Brasília e em outras unidades da Federação o processo de lacração das urnas eletrônicas que serão usadas no pleito deste ano. A lacração é o momento em que as urnas são abastecidas com os dados dos eleitores e dos candidatos.

Urnas Eletrônicas 2

Ao todo serão instaladas 556 mil urnas eletrônicas em mais de 480 mil seções eleitorais espalhadas por mais de 95 mil locais de votação em todo país. As urnas contam com 120 conjuntos de programas e 15 milhões de linhas de programação para sua segurança. O TSE lembra que o eleitor não poderá utilizar celular nem máquina fotográfica na cabina de votação.

Seja o que Deus Quiser...

Mesmo com todo esse aparato, a comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados, em mais de 5 audiências públicas realizadas ao longo dos últimos anos, não conseguiu chegar a nenhuma conclusão convincente sobre a inviolabilidade do seu sistema. E agora José?

Pautas Nacionais

Na volta aos trabalhos do Congresso Nacional marcada para a semana de 8 a 11 de outubro, duas matérias importantes deverão ser apreciadas pelos parlamentares. A primeira é a criação da CPi dos Planos de Saúde. A segunda trata da regulamentação do Direito de Greve.

Pautas Nacionais 2

Outro assunto bastante polêmico para análise dos parlamentares na volta dos trabalhos em Brasília, será a regulamentação dos ‘distratos imobiliários’, que se dá quando da desistência do comprador junto às construtoras no Brasil. O assunto está longe de ter entendimento.

Ao Vivo

Desde ontem o programa Conexão Senado iniciou transmissão ao vivo pela página da Rádio Senado no Facebook e whastapp pelo fone: (61) 98611 9591.

Relacionadas