sábado, 16 de fevereiro de 2019

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Bolsonaro e os Neófitos

12 de dezembro de 2018
Nesta quarta-feira o presidente eleito Jair Bolsonaro irá se reunir com a nova bancada do PSL, partido que deverá ter o maior número de deputados a partir da próxima legislatura.

Em que pese a legenda ter alguns campeões de votos, infelizmente seus membros, na maioria novatos na política, tem protagonizado momentos constrangedores, de ‘fogo-amigo’, ao presidente recém-diplomado. Ao invés de se manterem unidos e discretos ‘seus meninos’ estão se desentendendo em público. Só na semana passada foram diversos os episódios:

- Em recado à imprensa o vice, General Mourão, parece ter subido de patente por conta própria. Comentou que o futuro ministro, Ônix Lorenzoni, irá ao ‘paredão por canetada’ caso seu processo se complique no STF; Ônix, por sua vez, tem perdido a paciência em entrevistas coletivas e parece ter se esquecido qual o papel de um Chefe da Casa Civil;

- Carlos, um dos filhos, fez fogo amigo pelas redes sociais com o deputado eleito do PSL, paraibano Julian Lemos, braço forte do grupo no Nordeste, como se não estivessem no mesmo barco. E Lemos respondeu ao ‘filho do homem’ como se o grupo não tivesse nada a perder;

- Eduardo, o segundo filho, depois do vídeo que ‘viralizou’ com ele sobre o STF na campanha, ressurge agora em um barraco virtual pelo twitter com a deputada eleita Joice Hasselmann, ambos do PSL, trocando acusações como se fossem velhos...adversários;

- Pra piorar o que já estava ruim, vazou na imprensa nacional mensagem do deputado Eduardo, num grupo do PSL, revelando bastidores de uma estratégia sobre a eleição da presidência da Câmara, deixando o próprio pai em saia justa com o deputado Rodrigo Maia;

- Por fim, o último lance envolve o terceiro filho, Flávio: a denúncia sobre movimentação milionária de seu ex-motorista, que também está sobrando para o patriarca.

Ou seja, uma verdadeira lavanderia de roupa suja em praça pública!

Esperava-se que Bolsonaro tivesse problemas com a oposição ou com futuras distensões que já se desenham em seu Governo, entre a equipe econômica liberal e os militares nacionalistas. Mas ninguém esperava o ‘fogo-amigo-doméstico’ tão cedo. A sessão de ‘puxão de orelhas’ está marcada para hoje durante reunião do PSL, no CCBB, em Brasília. Segundo um experiente jornalista do Congresso, “os episódios estão lembrando o início do Governo Collor, que terminou em fracasso”. Mas ainda há tempo de colocar o trem nos trilhos. Golbery do Couto e Silva, homem forte do Governo Geisel, que iniciou a reabertura política, não gostava de dar entrevistas: “passarinho que voa muito, leva baleada”.  Fica a dica!

Fim do Foro Avança!

O relatório do deputado Efraim Filho sobre o Foro Privilegiado foi aprovado por unanimidade na tarde de ontem em Comissão Especial da Câmara dos Deputados. O texto extingue o benefício para mais de 55 mil autoridades e o mantém apenas para os Chefes dos Três Poderes. Agora a matéria será analisada e votada pelo plenário da Câmara.

Discurso de Despedida

O senador Raimundo Lira subiu na tarde de ontem pela última vez na tribuna do Senado. E o fez justamente para se despedir. Fez um relato de sua vida pública em dois mandatos: 86 a 94 e 2014 a 2018. Lira foi líder do MDB e presidente da Comissão do Impeachment da Dilma.

Ranking dos Políticos

O deputado Pedro Cunha Lima e o senador José Maranhão figuram no ‘ranking dos políticos’ entre os 40 melhor avaliados desta legislatura. Os critérios são: ‘qualidade legislativa’, ‘presença’,‘processos’ e ‘custo de gabinete’.Pedro ficou em 2° e Maranhão em 38° entre os 584.

Reforma Tributária

Na tarde de ontem a Câmara dos Deputados aprovou relatório que extingue oito tributos federais (IPI, IOF, CSLL, PIS, Pasep, Cofins, Salário-Educação e Cide-Combustíveis), o ICMS (estadual) e o ISS (municipal). No lugar deles, serão criados um imposto sobre o valor agregado de competência estadual (IBS), e o ‘Imposto Seletivo’, de competência federal.

Posse em Brasília

Um séquito de paraibanos entre políticos, empresários e juristas esteve prestigiando a posse do ministro José Múcio Monteiro na presidência do TCU, na manhã de terça em Brasília.

Prêmio em Brasília




O médico paraibano Malaquias Batista Filho, irmão do empresário José Fernandes, diretor do Sistema CORREIO, foi um dos homenageados pelo Conselho Federal de Medicina, na tarde de ontem, em Brasília, com a ‘Comenda Zilda Arns 2018’, entregue pelo dr João Medeiros Filho.

Relacionadas