sexta, 18 de outubro de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

Bolsonaro em Campina

10 de abril de 2019
Enquanto o deputado federal Julian Lemos aponta a porta de saída do PSL para o deputado estadual Moacir Rodrigues, numa disputa de poder interna, o presidente Jair Bolsonaro elege Campina Grande como o destino no Nordeste, das viagens que fará pelo Brasil no esforço para recuperar perdas na imagem, sofridas nos 100 primeiros dias de governo.

Com todos os Estados governados por adversários (PT, PSB, PCdoB e PSD controlam a região), Bolsonaro escolheu uma cidade administrada por um tucano, o prefeito Romero Rodrigues, que foi seu eleitor no 2° turno da campanha presidencial, e onde, contra a corrente regional favorável ao PT, venceu com 56,3% dos votos válidos.

A guerra entre Julian e Moacir, que é irmão do prefeito Romero Rodrigues, não afetará a visita de Bolsonaro, que será recebido em clima amigável tanto pelo relacionamento construído com o tucano, como pela importância da sua pauta na cidade.

Bolsonaro deve visitar o Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que vai buscar soluções eficientes e a baixo custo para o problema de falta d’água em toda a região.

Mas a expectativa estará no cumprimento de outra promessa de campanha: o anúncio do novo Bolsa Família, com 13° salário já a partir deste ano, entre outras novidades que visam atender os nordestinos de baixa-renda que temiam a perda desse benefício com a derrota do PT. Foi o maior responsável pela vitória petista e dos seus aliados na região.

Atendendo a convite de Romero Rodrigues, ainda poderá participar da entrega das 4.100 casas do conjunto Aluízio Campos. Considerando apenas quatro moradores por casa, abrigará 16.400 habitantes, mais do que 172 municípios da Paraíba.

Sendo do partido do Presidente, o foco dos dois deputados deveria estar nessa pauta, que deve render dividendos políticos. Contudo, estão ocupando as manchetes pelos adjetivos truculentos na disputa de poder interna.

Experiente, Romero Rodrigues, que tem admitido deixar o PSDB e cuja filiação ao PSL era uma possibilidade, descartou a legenda observando que “tem muito cacique para pouco índio”. Está focado no que pode acrescentar ao seu projeto político. Lição para os novatos.

TORPEDO

"Durante os primeiros dias o que se viu por parte do Ministério da Educação foram declarações polêmicas, conflito de interesses e determinações inconstitucionais. Em momento algum foi possível presenciar diálogo que passasse pelos interesses de quem faz educação no país", do deputado Pedro Cunha Lima, que propôs à Câmara criação de uma Comissão Temporária para acompanhar novo Ministro da Educação.

Os réus... Ficou mais complicado para a defesa da ex-secretária Livânia Farias conseguir a sua liberdade. De investigada, ela virou ré em Ação Penal da Operação Calvário que apura desvios de recursos da Saúde.

... da Calvário. A juíza Andreia Lins, da 5ª Vara Criminal, aceitou denúncia do MPPB também contra Elvis Farias (marido de Livânia), o ex-assessor Leandro Azevedo, Daniel Gomes e Michele Cardoso, da Cruz Vermelha.

Mandato. O suplente Jutay Meneses (PRB) assumiu a vaga do deputado Hervázio Bezerra, licenciado da Assembleia para assumir a Secretaria de Esportes. Assim como o titular, ele disse que acompanhará o governo nas votações.

Prefeitos. A líder do PP, Daniella Ribeiro participou da 22ª Marcha dos Prefeitos, ontem, em Brasília, quando defendeu o fim da centralização dos recursos de impostos e da dependência dos municípios em relação a União.

Prefeitos 2. Daniella, que hoje tem encontro com prefeitos paraibanos, festejou anúncio do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, de prioridade para PEC que desburocratiza liberação de recursos de emendas para municípios.

Justiça Notarial. O presidente da Anoreg-PB, Germano Toscano está em Brasília, onde busca do apoio e adesão de parlamentares da Paraíba para a instalação da Frente Parlamentar da Justiça Notarial e Registral do Brasil.

ZIGUE-ZAGUE

<Ex-deputado e empresário do ramo turístico, Francisco Evangelista saiu satisfeito do encontro de João Azevedo com o setor, no qual foram discutidas várias reivindicações.

>Evangelista disse que a conversa foi “franca, proveitosa e técnica”. E concluiu: “Ficamos satisfeitos com suas respostas e compromissos referente ao que compete o Estado”.

Relacionadas