terça, 17 de setembro de 2019

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Bolsonaro e ‘Os Paraíbas’

21 de julho de 2019
A semana teria fechado com a notícia do recesso do Congresso Nacional, última quinta-feira, deixando o Parlamento em expectativa para tratar das Reformas no retorno dos trabalhos, no dia 6 de agosto. Estaríamos com os olhares voltados para a tramitação do segundo turno da Previdência e o início dos trabalhos da Reforma Tributária, não fosse pelo vídeo vazado de uma conversa informal do presidente Bolsonaro com o ministro Ônix, na última sexta.

Antes de um café da manhã com jornalistas estrangeiros, no Planalto, o presidente critica o Governador do Maranhão, Flávio Dino, do PC do B, que faz dura oposição ao Governo Federal: “ele é o pior de todos, não tem que ter nada pra esse cara!”. O problema, até então político, ganhou contornos dramáticos na oposição, quando o presidente utiliza expressão tida como pejorativa (muito usada no Rio de Janeiro, de onde ele é) para se referir a região Nordeste: “Dos ‘Governadores Paraíbas’, o do Maranhão é o pior de todos”.

Pronto! A partir daí, o assunto dominou as redes sociais e da imprensa de esquerda: o deputado Gervásio Maia postou que “o presidente Bolsonaro discrimina os Governadores do Nordeste e se esquece de que, quem governa, governa para o povo. Lamentável”. O deputado Frei Anastácio foi mais além e publicou: “o presidente discriminou toda a população nordestina”.

Já o governador Flávio Dino, alvo do comentário presidencial, foi inteligente em sua resposta pela Folha de S. Paulo: “ser o pior na visão de Bolsonaro é uma honra”. Pelas redes sociais os governadores do Nordeste publicaram uma carta repudiando o comentário: “Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliações a governos estaduais” e que “é preciso diálogo independente de normais diferenças políticas”. E finaliza cobrando: “aguardamos explicações”.

Está criada a crise. Até o fechamento desta coluna, na manhã de sábado, o Planalto não tinha comentado o assunto. Apesar de ter sido um vazamento de uma conversa informal entre duas pessoas, sem interlocutores, cabe manifestação presidencial para esclarecer e encerrar a questão.

Em seguida, voltemos às reformas. O Brasil precisa avançar.

Aguinaldo lembra o Passado...

Pelas redes sociais o deputado Aguinaldo Ribeiro, líder da maioria, republicou vídeo do presidente da Câmara Rodrigo Maia, em agradecimento às suas palavras, em apoio ao paraibano nas eleições de 2018. “Aguinaldo é um líder e se tornou meu amigo”.

...de olho no Futuro!

Com gabinete da Liderança da Maioria instalado ao lado do gabinete da presidência da Casa, o nome do deputado Aguinaldo Ribeiro é tido como certo – entre o Centrão e a até pela oposição – para suceder Rodrigo Maia no comando da Câmara Federal a partir de 2021.

Cartilha de Ruy

Está nas rotativas a produção de cartilha idealizada pelo gabinete do deputado Ruy Carneiro, com orientações importantes aos dirigentes de ONGs e Organizações Sociais de todo o país, sobre procedimentos e critérios para obtenção de recursos federais.

Cartilha de Ruy 2

A idéia do parlamentar surgiu a partir dos escândalos envolvendo algumas dessas organizações, na área da saúde, em alguns Estados. “A Paraíba precisa agora dar o exemplo de como se deve fazer a coisa certa a partir das orientações dessa cartilha”.

Informação com Criatividade

O Gabinete do deputado Hugo Motta criou um quadro informativo nas redes sociais intitulado“Você Soube?”, comentando sobre as atividades do parlamentar em Brasília em benefício de municípios da Paraíba. E termina cada postagem com o refrão: “É pra cego ver!”

Wilson, o Articulador

O deputado Wilson Santiago mostrou como realmente funcionam as coisas em Brasília. Disposto a fazer com que recursos de emendas parlamentares de sua autoria chegassem a municípios paraibanos, ele se articulou em reuniões e audiências em Ministérios: “Não adianta apenas ter vontade, é preciso fazer acontecer!”

Sou liberal para desmontar essa Máquina Pública banhada de privilégios, corrupta, burocrática, sufocante e dissimulada com o que diz, deputado Pedro Cunha Lima, pelas redes sociais.

Relacionadas