sábado, 20 de abril de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

Bancada (re) unida

29 de janeiro de 2019
Foi mais que uma simples confraternização. O almoço promovido pelo quarto ano seguido pela diretoria do Sistema CORREIO Comunicação com a bancada federal paraibana em torno do aniversário da coluna “Direto de Brasília”, assinada pelo correspondente do Sistema na Capital federal, colunista Edinho Magalhães.

Foi um momento para confirmar que, independe de posicionamento político partidário, o que todos esperam é ver deputados atuando em benefício de seu Estado. Pelo lado dos comunicadores a missão é manter o povo bem informado sobre tudo que será discutido no Congresso Nacional e como estão se comportando os deputados e senadores diante das mudanças que ainda estão por vir.

As transformações serão muitas e o paraibano precisa saber como elas irão interferir diretamente em suas vidas, desde o grande empresário que gera emprego e garante o sustento de centenas de famílias, até o “seu José” que está lá na zona rural do município mais distante trabalhando no campo.

No calendário do Governo temos como prioridade a Reforma Previdenciária, que deverá propor alterações na idade mínima para aposentadoria. As empresas e as indústrias apostam no resultado de uma grande e ampla Reforma Tributária, para simplificar os impostos, diminuir as alíquotas, aumentar a base de arrecadação e melhorar os investimentos.

Os Estados e Municípios priorizam a Reforma do Pacto Federativo, em que a União deverá diminuir sua participação no Orçamento Geral para melhorar a parte das Unidades Federativas e das cidades. E por fim o cidadão espera por uma Reforma Administrativa em que a meritocracia e a produtividade possam se refletir num melhor atendimento e prestação de serviço à sociedade.

TORPEDO

"A classe empresarial espera um país viável. Se desprendam dos laços partidários, se desprendam dos laços ideológicos. Raciocinem com a competência que vocês tiveram para se elegerem. Eu não preciso ensinar a vocês nada, porque quem tem competência para se eleger tem competência para escolher o melhor caminho para o Brasil."

Do empresário e diretor da CNI, Roberto Cavalcanti, sobre o mandato dos parlamentares paraibanos que iniciam o ano legislativo no dia 1º de fevereiro.

Pressa

O senador eleito Veneziano Vital do Rêgo (PSB) e o deputado federal eleito Gervásio Maia (PSB) estavam apressados, mas não deixaram de prestigiar o almoço da bancada federal com o Sistema CORREIO e o colunista Edinho Magalhães.

Posse

A participação relâmpago dos dois parlamentares teve uma justificativa mais que aceitável. Ambos correram para o aeroporto onde pegaram um avião com destino a Brasília. Lá eles serão empossados pela 1ª vez nos cargos que assumirão.

Sem polêmicas

O primeiro programa de rádio Fala Governador com a participação de João Azevêdo foi bem leve. Ele falou dos planos de governo e anunciou concurso público. Não houve temas polêmicos sendo debatidos.

Reunião

O presidente da Câmara de João Pessoa, João Corujinha (DC), reuniu os membros da Mesa Diretora e o novo corpo técnico administrativo da Casa para tratar de assuntos internos. Entre eles, o retorno dos trabalhos, que ficou para o dia 12 de fevereiro.

Anunciado

Corujinha confirmou a seguinte composição: Nilmara Braga, diretora-geral; Moema Fiúza, procuradora adjunta; Rodrigo Paulo Neto, diretor legislativo; Rodrigo Teixeira, diretor administrativo-financeiro; e Lael Arruda, secretário de comunicação.

Definidos

O presidente eleito do TJPB, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, definiu os oradores para a solenidade de posse da nova Mesa Diretora, na próxima sexta, no Centro Cultural do Tribunal de Contas do Estado, às 16h.

Oradores

Paulo Maia vai falar pela OAB/PB e o desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos, pelo TJPB. Representando o Ministério Público Estadual, discursará o procurador de Justiça Francisco Sagres de Macedo.

ZIGUE-ZAGUE

< A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba deve se reunir nesta quarta-feira para discutir como vão votar na eleição para a Mesa Diretora da Casa. O encontro deve ser o último e decisivo, já que na sexta será a escolha.

> Dizem que o impasse está apenas na eleição para o 2º biênio. A bancada já estaria fechada com Adriano Galdino para presidir a Assembleia nos primeiros dois anos dessa legislatura. Já o nome de Hervázio Bezerra ainda gera dúvidas.

Relacionadas