sábado, 20 de abril de 2019

Lena Guimarães
Compartilhar:

Adeus ou até breve?

31 de janeiro de 2019
Nos últimos anos eles foram os dois grandes nomes da política paraibana. Foram adversários, aliados e depois adversários de novo. Agora são apenas dois nomes à espera de uma nova eleição para, quem sabe um dia, disputarem novamente os votos dos eleitores paraibanos. Ricardo Coutinho (PSB) já esvaziou a cadeira de governador desde 1º de janeiro e, a partir de amanhã, é Cássio Cunha Lima (PSDB) quem sai de cena, já que deixa o Senado Federal.

A política, entretanto, não os esquece e mesmo nos bastidores eles certamente irão pensar em estratégias para se manterem os grandes líderes que são. E isso é inquestionável! Mesmo quem nutre antipatia por algum dos dois, ou até mesmo pelos dois, não pode negar que Cássio e Ricardo têm um grande peso no cenário político da Paraíba e ainda deverão decidir muitas eleições nos próximos anos.

Cássio parece desejar umas férias nesse primeiro momento. Deve ir curtir os filhos, principalmente o caçula Vinícius que começa dar os primeiros passos, no sentido literal e não político (rs). Ficar sem mandato vai lhe dar o tempo necessário para ver o filho crescer. E agora não falo mais de Vinícius e sim de Pedro. Um menino que conquista cada dia mais a simpatia dos paraibanos e pode se transformar na grande aposta tucana aqui na Paraíba.

Ricardo, ao contrário, não dá sinais de que queira se afastar muito desse mundo. Além de se tornar presidente da Fundação João Mangabeira, cargo nacional do PSB, ainda dá seus palpites na administração estadual e como ele mesmo diz, segue conselheiro do governo que se inicia, mas que já conhecia os segredos do estado. Este com certeza não se afastará dos holofotes tão cedo.

Mesmo nos bastidores, tirando férias ou não, aconselhando ou traçando metas e estratégias, esses dois líderes políticos paraibanos ainda vão dar muito o que falar. Deixe passar essa temporada que eles voltarão!

TORPEDO

"Temos que exigir que os municípios apliquem o percentual que a Constituição determina, tanto na saúde quanto na educação. E depois verificar a qualidade dessa despesa. Não podemos aceitar só a despesa, mas se ela é eficiente, em proveito ao povo, observando quando há distorções."

Do presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, Arnóbio Viana, sobre como será sua atuação no comando do órgão.

Surpresa

Foi no mínimo estranha a decisão do vice-prefeito de Montadas, Luiz Carlos Carneiro Genuíno (PSD), de renunciar ao cargo faltando ainda dois anos de mandato. O prefeito Jonas Souza disse ter sabido da notícias por meio das redes sociais.

Intriga

Nem venham com essa conversinha de dizer que não tem caroço nesse angu. Desde quando um vice renuncia sem comunicar ao titular sem que isso tenha sido motivado por uma grande briga? Que promessa deixou de ser cumprida aí nessa relação?

E por falar em briga...

O clima esquentou na Câmara Municipal de Areial. Os vereadores decidiram anular a eleição antecipada para a composição da mesa-diretora da Casa no segundo biênio e a confusão foi formada.

No escuro

Vereadores da oposição acusaram parlamentares ligados ao prefeito de Areial de tentar impedir o cumprimento da ordem judicial, com o desligamento da energia do prédio onde funciona o legislativo municipal.

Sem jeito

Apesar do tumulto, os vereadores conseguiram realizar a sessão e escolher a nova mesa diretora. A Casa será comandada por Marcos André (PSDB). O vereador estava na base aliada do prefeito, mas agora integra a oposição.

Em Jacaraú

Interiorizando o Programa Moradia Legal, a Corregedoria-Geral de Justiça da Paraíba firmou convênio com a prefeitura para promover a regularização fundiária. Moradores de baixa renda serão beneficiados com registro gratuito de seus imóveis.

Pioneiro

O juiz Adhailton Lacet vai se reunir hoje com os atores do Sistema de Garantia de Direitos e da Rede de Proteção da Infância e Juventude. Eles vão discutir a realização da 1ª Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, em João Pessoa.

ZIGUE-ZAGUE

< Ficou para ser decidido entre Walber Virgolino e Raniery Soares a liderança da bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba. A batida no martelo para saber quem assume o comando será na semana que vem, depois da eleição da Mesa Diretora.

> Os dois tem estilos bem diferentes. Raniery é centrado, tem inteligência emocional. Walber é mais explosivo, age pelo impulso. O primeiro faz um barulho suave e o segundo, estridente. Mesmo de formas distintas, qualquer um deles dará trabalho ao governo.

Relacionadas