sexta, 14 de agosto de 2020


Hermes de Luna
Compartilhar:

94 secretários municipais sacaram auxílio emergencial

10 de julho de 2020
Cruzamento de dados da CGU expõe servidores públicos que tiraram proveito da pandemia

A Controladoria-Geral da União (CGU) continua fazendo cruzamento de dados e descobrindo mais irregularidades do no pagamento das parcelas do auxílio emergencial na Paraíba. Dessa vez, descobriu que 94 secretários municipais pegaram essas parcelas, mesmos sem ter direito (sem ser elegíveis, como oficialmente se fala).  Já são 25.132 servidores públicos, do Estado e dos municípios, que receberam pelo menos uma das parcelas. A estimativa da Controladoria Geral da União é que o desvio ultrapasse os R$ 30 milhões. Ainda tem os "filhinhos de papai" que receberam as parcelas indevidamente, estão sendo identificados e chamados a devolver o que deveria estar nas mãos de pessoas carentes. LEIA MAIS AQUI

***

Consultoria internacional coloca Paraíba em "zona de risco controlado" para Covid 19

Com medidas diferentes adotadas em cada estado, o Brasil vive hoje um cenário de platô da propagação da Covid-19. De acordo com um estudo exclusivo desenvolvido pela consultoria Bain & Company, pelo menos 14 unidades federativas convergiram para a "zona de risco controlado" nos últimos 30 dias, atingindo um nível de reprodução (R0) próximo a 1 e ocupação de UTIs entre 60 e 70%. A Paraíba está bem no centro desse mapa. O Rio Grande do Norte, possui a situação mais delicada, com 100% de ocupação dos leitos de UTI, e no ponto máximo de alto risco de contaminação. Mato Grosso do Sul, do outro lado, está mais próximos o extremo do baixo risco. LEIA MAIS DESSE ESTUDO AQUI

***

Receitas do Estado cresceram 1,9% no primeiro semestre, apenas da pandemia do coronavírus

As receitas totais do Estado este ano já chegam a R$ 5,7 bilhões. O valor representa a soma  das arrecadações de ICMS, FPE (Fundo de Participação do Estado), Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) e outras fontes de receita. Mesmo com a desaceleração da economia e consequente queda nas arrecadações de ICMS, FPE e Fundeb, o valor da receita em 2020 superou a do mesmo período do ano passado em 1,9%.

O Comitê Técnico do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), que acompanha as ações do Governo do Estado no combate aos efeitos da pandemia causada pela Covid-19, aponta que esse saldo positivo deve-se aos auxílios financeiros do Governo Federal, efetivados durante a pandemia por meio da Medida Provisória n.º 938/20 e Lei Complementar n.º 173/20, que totalizaram aproximadamente R$ 300 milhões. Além disso, teve a liberação de R$ 39 milhões ao Fundo Estadual de Saúde. LEIA MAIS AQUI