sábado, 19 de junho de 2021

Cidades
Compartilhar:

Zona Azul volta a funcionar nesta quarta-feira

Bruna Vieira / 15 de novembro de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
O serviço de estacionamento Zona Azul, suspenso há mais de uma semana será normalizado nesta quarta-feira (16), segundo o superintendente de Mobilidade Urbana de João Pessoa, Carlos Batinga. Neste período, o município deixou de arrecadar aproximadamente R$ 20 mil com a venda dos bilhetes. A Semob informou que o problema foi gerado pelo atraso no fornecimento dos talões (cartões). O Tribunal de Contas do Estado avalia as contas da contratação, para verificar se os custos estão sendo maiores que a receita. A Semob assegura que até o fim do mês a licitação que abrirá novas vagas de estacionamento estará pronta, após ser suspensa pelo TCE para que sejam realizadas adequações.

Carlos Batinga, superintendente de Mobilidade Urbana da capital informou que o serviço não foi suspenso pela análise do TCE e sim por falta de cartões. “O fornecedor atrasou a entrega e acabaram os talões. Chegaram na sexta, distribuímos ontem e como hoje é feriado, amanhã já estará funcionando normalmente. O preço permanecerá o mesmo, não haverá aumento. A suspensão atrapalhou a mobilidade porque diminui a rotatividade, mas, não muito, porque os usuários são os mesmos e já estão disciplinados. Enquanto ficou parado, os motoristas usaram os locais sem pagar nada e os flanelinhas apareceram. Porém, com a retomada, a fiscalização também retornará”, declarou.

A licitação para abertura de mais 1.600 vagas para a Zona Azul foi suspensa pelo TCE. De acordo com Batinga, até o fim do mês ela será lançada. “Estava para abrir no dia 20 de outubro e o TCE mandou suspender para realizarmos uma série de adequações e tirar algumas dúvidas. Isso é normal nesse tipo de procedimento. Já fizemos as adequações e até o dia 25 esperamos que o órgão emita o parecer”, acrescentou o superintendente.

Sem contato

A reportagem do Jornal Correio entrou em contato com o conselheiro Marcos Costa, do Tribunal de Contas do Estado, relator da análise das contas da Zona Azul em João Pessoa, para saber detalhes do processo. Porém, as ligações não foram atendidas.

Relacionadas