domingo, 15 de setembro de 2019
Violência
Compartilhar:

Agente da Polícia Civil é assassinado dentro da Delegacia de Patos

Edson Verber / 29 de janeiro de 2017
Foto: Reprodução Whatsapp
O agente da Polícia Civil Klaus Cruz de Lima, de 34 anos, foi assassinado a tiros na manhã deste domingo (29) dentro da Delegacia de Homicídios de Patos. O autor dos disparos foi um homem que havia sido preso pela Polícia Rodoviária Federal e aguardava para prestar depoimento. Ele, que pode ter sido integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital) foi morto logo após atirar no policial.

“O suspeito era um bandido de alta periculosidade, com ligações com o PCC paulista e possíveis explosões a bancos. Ele foi preso ontem e estava no presídio regional até hoje pela manhã, quando o pessoal da Homicídios foi buscá-lo para interrogatório. O problema aconteceu dentro da delegacia, quando o suspeito entrou em confronto com os policiais e conseguiu pegar uma arma e matar o agente. O que iremos apurar é se o suspeito estava algemado, que seria o procedimento padrão, e como ele teve acesso a arma”, afirmou o delegado.

O secretário de Segurança Pública do Estado, Cláudio Coelho Lima, disse que tomou conhecimento do caso logo após a ocorrência. “O superintendente regional, delegado André Rabelo, estava em Cajazeiras e se deslocou até Patos para apurar como o crime ocorreu”.

Segundo as informações, a arma usada pelo acusado do assassinato estaria em cima da mesa da Delegacia de Homicídios de Patos e foi usada pelo homem que estava preso e que foi morto em troca de tiros com outros policiais que estavam no local. O suspeito ainda foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital Regional de Patos.

Relacionadas