sábado, 19 de setembro de 2020

Violência
Compartilhar:

Novo cangaço toca terror no município de Tavares

Renata Fabrício / 16 de novembro de 2016
Foto: Divulgação
O ataque a uma agência bancária na cidade de Tavares, Sertão do Estado, terminou com uma pessoa baleada na mão. Segundo informações da Polícia Civil, dois veículos com mais de 10 homens entraram na cidade por volta de 2h e explodiram terminais do Banco do Brasil. Um morador chegou a gravar um vídeo, em que mostra dois homens se revezando, em uma esquina, para efetuar disparos para o alto. Eles davam cobertura para o grupo que agiu dentro da agência.

O paciente socorrido para o Hospital Regional de Patos não teve o nome revelado. Ele passou por cirurgia, e o estado de saúde dele foi considerado regular. Ele informou que é morador da comunidade de Lagoinha, em Água Branca, e que estava em uma estrada de terra, quando foi surpreendido por vários homens querendo chegar a um “trevo”. Ele informou que é comerciante, e estava viajando para compra semanal de frutas e verduras do seu estabelecimento, quando foi atingindo por estilhaços.

Até às 16h, a delegada da cidade, Darcinaura Alves, disse que a Polícia Militar não havia repassado detalhes das diligências realizadas para tentar prender o grupo. “O modus operandi é o mesmo de quase todas as explosões em cidades do interior. Eles chegam, coloca grampos na rua para impedir a entrada da Polícia e saem atirando para todos os lados para intimidar. O que sabemos é que uma explosão foi realizada, mas não temos a confirmação se valores foram levados. Uma pessoa chegou a ser baleada na mão”, disse.

A Polícia Militar de Princesa Isabel informou que desde às 2h da manhã policiais de cidades vizinhas se dirigiram à Tavares para dar apoio nas buscas. Até às 16h20, nenhuma comunicação foi feita entre as viaturas que estavam em campo e a companhia. O Ciop também não soube informar em que direção os bandidos fugiram.

O serviço social do Hospital Regional de Patos informou que a pessoa que chegou à unidade passou por cirurgia imediata, e seu estado de saúde é regular.

Segundo o Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, este ano já foram registrados 89 ataques a agências em todo o Estado, dentre o total, 52 são explosões. O Banco do Brasil é o principal alvo dos bandidos, com 40 registros de ocorrências de janeiro até esta quarta-feira (16).

Relacionadas