segunda, 23 de novembro de 2020

Violência
Compartilhar:

Campanhas eleitorais atingidas pela violência

Alyf Santos / 19 de agosto de 2016
Foto: Divulgação
Os candidatos a prefeito de Campina Grande estão vivendo uma campanha eleitoral atípica este ano. É que três dos seis postulantes ao cargo de Chefe do Executivo vivenciaram, em apenas uma semana, casos de violência que mexeram diretamente com eles.

No último domingo (15), o médico e candidato a vice-prefeito, Jairo Sales (PPS), que compõe chapa com Artur Bolinha (PPS), foi baleado durante uma tentativa de assalto quando chegava em casa no Conjunto dos Professores, no bairro Universitário. O tiro pegou na perna. Ele foi atendido em um hospital da cidade e teve alta na terça-feira.

Na quarta-feira (17) a granja do prefeito de Campina Grande e candidato à reeleição, Romero Rodrigues (PMDB), foi invadida. Três bandidos invadiram o local, amarram os caseiros e o filho deles e roubaram objetos da casa. Os criminosos procuravam por dinheiro, mas não acharam.

Nessa quinta (18) foi a vez de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). Durante um evento realizado no bairro do Jeremias, as pessoas que participavam foram vítima tumultos e roubos. “Apenas foram alguns adolescentes que tentaram furtar um aparelho de celular. Mas não podemos temer a nada”, informou Emanoel Dantas, assessor do candidato, assegurando que os passos da campanha continuam normais. Apenas uma pessoa procurou a polícia para registrar o roubo de seu celular.

A reportagem tentou falar com os assessores de Romero, mas não atenderam as ligações. Até o fechamento desta matéria a assessoria do candidato a vice-prefeito de Bolinha, não retornou a ligação.

Relacionadas