quinta, 26 de novembro de 2020

Cidades
Compartilhar:

Violência faz Banco do Brasil fechar agências em três cidades da Paraíba

Redação / 14 de janeiro de 2016
Foto: Assuero Lima
Nem investir em segurança e nem manter os clientes. Nenhum desses argumentos foram suficientes para fazer o Banco do Brasil repensar o fechamento de agências localizadas em três cidades paraibanas. Por causa dos sucessivos casos de violência a superintendência decidiu fechar as portas em Cabaceiras, Mogeiro e Serraria.

De acordo com a assessoria de comunicação do Banco do Brasil, "os clientes dessas unidades passarão a ter suas contas vinculadas às agências de Boqueirão, Salgado de São Félix e Solânea respectivamente, onde todos os produtos e serviços bancários permanecem disponíveis, sem nenhum prejuízo ao público".

Serão mantidas, nessas localidades, uma unidade de Banco Postal, que é uma empresa parceira do Banco do Brasil apta para realizar abertura de contas, depósitos, consultas de saldo e extratos, pagamento de contas, recebimento de benefícios do INSS, contratação de empréstimos, aquisição de cartão de crédito e saques em conta corrente e poupança.

De acordo com balanço do terceiro trimestre de 2015 (o mais recentemente divulgado), o BB possui 5.424 agências em todas as regiões do país, sendo 110 na Paraíba.

"O Banco do Brasil também conta com a maior de rede de terminais de autoatendimento (TAA) do País, com mais de 43 mil terminais de rede própria, 840 em nosso estado. Além disso, o BB participa de acordo assinado pelas principais instituições financeiras do país com a TecBan (Banco24Horas) para a instalação e o compartilhamento de 30 mil terminais de autoatendimento até 2020. Os clientes BB ainda têm à disposição outros canais de atendimento, tais como o aplicativo de autoatendimento BB para celulares, internet e Central de Atendimento por telefone".

Relacionadas