segunda, 19 de abril de 2021

Trânsito
Compartilhar:

Zona Azul do centro de João Pessoa está sem cobranças por falta de talonário

Aline Martins / 06 de setembro de 2018
Foto: Assuero Lima
Se uma simples busca por uma vaga de estacionamento nas principais ruas da área central de João Pessoa pode se tornar uma tarefa árdua para alguns motoristas, imagine sem o controle de vagas em estacionamentos rotativos como Zona Azul. Nessas áreas, os flanelinhas tomam conta. Há mais de duas semanas, os motoristas que passam pelo Centro da cidade têm percebido a ausência dos agentes da Zona Azul em algumas vias públicas. A informação repassada pelos condutores e trabalhadores dos estabelecimentos locais é que estão faltando os talões de controle e cobrança do uso das vagas.

Nas praças João Pessoa e 1817 não havia nenhum funcionário da Zona Azul na manhã de ontem. O motorista José Araújo estacionou o carro por quase uma hora e ao retornar não recebeu nenhuma cobrança pelo uso da vaga. “Em muitos locais, ninguém vê mais o pessoal da Zona Azul”, frisou.

O eletricista e funcionário público Marinaldo Rodrigues Bispo, informou que também não nota mais a presença dos agentes. Embora tenha reclamado de algumas multas que sofreu, concorda que há a necessidade de controle das vagas. “Se tem uma lei tem que cumprir, mas que sejam justos”, frisou.

Um dos flanelinhas, Marcelo Santos, contou que há mais de duas semanas não aparece nenhum trabalhador da Zona Azul. “Disseram que está faltando cartela. Por uma parte é bom, pelo estacionamento gratuito”, comentou.

Na Rua Treze de Maio, no trecho que cruza com a Avenida Dom Pedro II, o eletricista Paulo Sérgio Ramalho, informou que há mais de quatro meses, acredito, a Zona Azul não funciona. “Não veja há tempos esse pessoal”, comentou.

Modelo informatizado

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) informou que o Estacionamento Zona Azul está em fase de mudança no sistema de cobrança. No momento está em andamento um processo licitatório que visa garantir que a Zona Azul passe a funcionar de maneira informatizada. Desde o ano passado, o órgão estuda uma ampliação desse modelo de estacionamento. Isso deve acontecer em simultaneidade com a adoção desse novo sistema, que pretende trazer comodidades como o pagamento eletrônico dos bilhetes, também pela internet, e o acompanhamento online das vagas disponíveis.

Com a mudança, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana pretende trazer mais eficiência e controle do uso das vagas, bem como garantir uma maior capacidade de rotatividade de veículos, atendendo melhor a toda a população. A Superintendência não informou prazos e nem confirmou se não estava funcionando como informado pelos usuários.

Relacionadas