terça, 13 de novembro de 2018
Trânsito
Compartilhar:

Tubulação rompe e abre cratera em João Pessoa

Bárbara Wanderley / 24 de outubro de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
Quem precisou passar pela Rua Índio Piragibe, no bairro do Varadouro, na Capital, nessa terça-feira (23) se surpreendeu com uma cratera que tomou toda a faixa que vai no sentido da Avenida Nova Liberdade, em Bayeux, na Grande João Pessoa. O buraco, logo ao lado do Cemitério da Boa Sentença, se abriu por volta das 5h da manhã devido a um vazamento na tubulação da Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa), que acabou recebendo uma multa da Prefeitura Municipal de João Pessoa. A previsão da Cagepa é terminar o conserto nesta quarta (24).

O trânsito precisou ser desviado por agentes da superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) e ficou bastante lento na área. Além disso, os moradores da região tiveram o abastecimento de água interrompido para que fosse feito o reparo da tubulação. Havia a expectativa de que o fornecimento de energia elétrica também fosse interrompida, por conta de um poste com fios de alta tensão, que estava localizado à beira do buraco e tinha risco de cair.

Apesar do perigo, a pista no sentido oposto ficou liberada para a circulação de veículos e algumas pessoas chegaram a se reunir na calçada para observar a cratera. Foi o caso do técnico em eletrônica Severino Mendes, que resolveu ir ver de perto o que estava acontecendo, após ver na televisão uma notícia sobre o asfalto que cedeu. Ele contou que, enquanto estava no local, um novo pedaço de asfalto afundou e o buraco ficou ainda maior. Consciente dos riscos, ele resolveu ir embora.

O engenheiro da Cagepa, Rubens Falcão, destacou que, devido a obra em uma via próxima, todo o trânsito de veículos pesado estava sendo desviado para a Avenida Índio Piragibe, o que pode ter contribuído para a ruptura da tubulação, que também é muito antiga. Ele afirmou que a equipe da Cagepa só pararia de trabalhar quando o reparo estivesse pronto, mas até o final da manhã dessa terça-feira (23), o serviço sequer tinha começado, pois a Energisa ainda estava avaliando a forma mais segura de proceder em relação ao poste que corria risco de desabamento.

Em nota, o diretor de Operação e Manutenção da empresa, engenheiro Joaquim Almeida, informou que a previsão é que o problema seja concluído ainda nesta quarta-feira (24) e que serão trocados 36 metros de tubulação. Segundo ele, o buraco não foi ocasionado por problemas na rede de esgotamento sanitário, e sim por rompimento na tubulação de água que abastece aquela localidade.

“É importante lembrar ainda que, como estabelece a legislação em vigor na Capital, nas situações de emergência ou imprevisibilidade, como foi neste caso da Índio Piragibe, só após constatado o fato é que a Cagepa é obrigada a comunicar à edilidade municipal. E foi assim que procedemos”, disse.

Multa

A PMJP autuou a Cagepa em virtude dos transtornos causados à população. A Companhia recebeu a notificação da multa com base no Código de Postura do Município e da Lei 13.549 de 2017, que dispõe sobre a fiscalização de obras que interfiram no pavimento de logradouros públicos da Capital. A empresa pode recorrer da punição.

Monitoramento

Por meio da assessoria de comunicação, a concessionária de energia elétrica Energisa informou que tem uma equipe da empresa no local dando apoio ao trabalho da Cagepa e também um caminhão com um suporte para que o poste, próximo à cratera, não sofra nenhum dano e cause prejuízos a população.

Relacionadas