domingo, 24 de janeiro de 2021

Trânsito
Compartilhar:

Rotatória quadrada causa transtorno no bairro do Geisel, em João Pessoa

Bárbara Wanderley / 23 de novembro de 2017
Foto: NALVA FIGUEIREDO
Uma rotatória quadrada tem dado o que falar no Geisel, no acesso que vai para o Valentina Figueiredo, em João Pessoa. De forma improvisada a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) instalou blocos de concreto, conhecidos como ‘gelo baiano’, junto ao canteiro central do girador. Com isso, a rotatória acabou ficando com um formato que não é completamente redondo e as faixas se afunilam e estreitam em alguns pontos.

Além disso, não há faixa de pedestres próxima em nenhuma das cinco vias que se encontram no girador. “Imagine um ônibus grande, articulado, tendo que manobrar aqui. A gente acaba cortando pneu e sai do nosso bolso para trocar”, disse o motorista de ônibus Sérgio Barbosa. Para o condutor, o trânsito do local piorou muito. Quando perguntado sobre o que poderia melhorar a situação ele responde prontamente: “um girador de verdade”. A sensação de improviso também incomoda o corretor de imóveis Wanderlei Lima. “Está inacabado, feio. É a entrada do bairro, poderiam fazer um projeto organizado, colocar uma obra de arte no meio”, comentou.

Já o construtor Raniedson César afirmou que o trânsito melhorou muito depois da rotatória, mas admitiu que o projeto deveria ser melhorado. “O trânsito está fluindo melhor, antes era um inferno aqui, mas esse projeto pode ser melhorado. É porque o bairro do Valentina cresceu muito, só o girador não dá jeito”, afirmou.

Prazo

O secretário de Infraestrutura Cássio Andrade informou que a obra deve começar já na primeira quinzena de janeiro de 2018, e a previsão é de que demore cerca de 60 dias para ficar pronta.

Relacionadas