segunda, 23 de novembro de 2020

Trânsito
Compartilhar:

Motorista pode pagar ‘o pato’ por falta de operador da Zona Azul em João Pessoa

Lucilene Meireles / 06 de janeiro de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
Quem estacionar numa vaga da Zona Azul e deixar o veículo sem a cartela por não encontrar o operador pode ser multado. A informação foi confirmada pelo superintendente de Mobilidade Urbana (Semob), Carlos Batinga, mesmo admitindo que não é culpa do motorista. O problema é que nem sempre há agentes e o condutor fica na dúvida se espera algum aparecer ou se corre o risco de ser notificado. A Semob está estudando a ampliação do número de vagas em mais de 60%.

Os agentes preferiram não se identificar, mas informaram que o quadro de pessoal é pequeno para a demanda da Capital. Na Avenida Visconde de Pelotas, no Centro, um deles relatou que estava cobrindo a área que deveria ser de dois operadores. “É complicado, corrido. Muitos estacionam, não pegam a cartela e vão embora sem pagar. A gente não pode, mas se a Semob flagrar, é multado”, declarou.

Uma operadora que atua na Avenida Dom Pedro II informou que há três pessoas trabalhando no trecho. Porém, a reportagem visualizou só dois. A assistente jurídica Jaynne Cometa, que estaciona com frequência no local, disse que passou por apuros mais de uma vez ao não localizar o operador. Carlos Batinga não informou o número de multas desta natureza aplicadas em 2015, mas assegurou que são poucas. Ainda assim, prometeu intensificar a fiscalização sobre a atuação dos operadores.

Conforme o superintendente, o motorista que não encontrar o agente e for multado por deixar o veículo na Zona Azul sem a cartela terá direito de defesa e poderá recorrer. Ele tem 15 dias para comparecer à recepção da Semob, com documentos pessoais e a notificação, e será encaminhado ao setor responsável. Cada situação é analisada pela Comissão de Autuação e Juntas Administrativas de Recursos de Infrações (Jari).

Licitação. A Semob está fazendo um redimensionamento e deve lançar um edital de licitação em março para contratar uma nova empresa que vai operar a Zona Azul. O superintendente não disse quantos novos agentes seriam necessários e informou que a empresa ganhadora vai definir. Hoje, só 100 fazem a cobertura de João Pessoa. “Quem ganhar é quem vai apresentar como vai ser”, disse Batinga.

Recurso de multa

“A equipe da Semob vai analisar e procurar saber se tinha ou não agente, se foi trabalhar, onde estava. Quando um sai para almoçar, é coisa rápida, e sempre avisa ao outro, porque nunca tem um só. Porém, há motorista que para de todo jeito, dar uma de doido, mas tem direito de recorrer”. 

Carlos Batinga. Superintendente da Semob.

"Fiquei procurando e não tinha ninguém. Tive que esperar perto do carro para localizar um operador. Hoje não foi a primeira vez. Faço isso para não correr risco de ser multada".

Jaynne Cometa. Assistente jurídica

2,1 mil...

...é o número de vagas que a Zona Azul de João Pessoa deverá ter. O total de vagas estará no edital. Atualmente, são 1,3 mil.

Relacionadas