terça, 25 de junho de 2019
Trânsito
Compartilhar:

Lentidão: Trecho Beira Rio é interditado para construção da ponte do Rio Jaguaribe

Bruna Vieira / 16 de agosto de 2016
Foto: Assuero Lima
Mais um trecho foi interditado na Avenida Ministro José Américo de Almeida (Beira Rio) devido à obra na ponte sobre o Rio Jaguaribe, iniciada há mais de dois anos. A Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa pede paciência aos motoristas e explica que o atraso foi causado por problemas que não haviam sido identificados no projeto inicial e teve que passar por readequações, o que gerou dificuldades na liberação dos recursos. Enquanto isso, o congestionamento no local ficou maior, com a redução da faixa de rolamento.

Quem passa pelo giradouro de acesso ao Altiplano Cabo Branco enfrenta maior congestionamento e não é só em horário de pico. Desde sábado, a Seinfra interditou os 190 metros finais da Avenida Beira Rio no sentido praia-centro, para dar continuidade à elevação da via para prevenção de alagamentos.

O fluxo de veículos no trecho é feito exclusivamente pela faixa sentido centro-praia (contramão). Quem vem da Rua Paulino Pinto, Monsenhor Odilon Coutinho e João Cirilo Silva enfrenta lentidão para entrar na Beira Rio. Agentes de mobilidade urbana acompanham a movimentação.

Demora. O estudante Matheus Sarmento, trafega com frequência pelo local e reclama da demora para o término da obra. “Está bem atrasado. Toda obra causa transtornos, mas, essa está demorando demais. Muita gente tem reclamado. Depois dessa nova interdição o trânsito está muito mais lento, principalmente em horário de pico. Dirigir exige paciência porque até acabar a obra será assim”, afirmou.

Maria Verônica Felix, já pensou em deixar o carro e ir a pé até à creche da filha, mas, não se sente segura na travessia.

“Nem lembro quando começou e nem sabemos quando terminará a obra, mas, piorou bastante. Com a volta às aulas das escolas próximas, aumentou a quantidade de carros passando por aqui. Eram duas faixas, agora uma só. E com essa interditação, é notório. O engarrafamento que começava a partir de 7h iniciou bem antes e já passou de 9h e continua parado. Pensei em ir a pé, mas, é bem difícil conseguir atravessar. Não tem calçada, só mato para o pedestre”, contou a comerciante.

E não são apenas os motoristas que estão insatisfeitos com a demora da conclusão da obra. Para os pedestres, atravessar a avenida virou um desafio. A dona de casa Socorro Dantas já fez até denúncias nas redes sociais. “Se para adulto é difícil, imagine para as crianças que vão para a escola. já fiz vídeos delas descendo do Altiplano, muitos carros subindo e descendo. Os motoristas não param, não dão passagem, não tem faixa. Tem que passar correndo, se arriscando. No canteiro é pior, porque só tem praticamente o meio fio para andar. Minha vizinha ia sendo atropelada. E esses relatos são comuns. O trânsito nessa área sempre foi difícil, mas, está cada dia pior. E quem sabe até quando?”, questionou.

" Tivemos algumas paralisações, mas estamos dentro do prazo do contrato, que é diferente da obra. O projeto foi herdado de outra administração e elaborado pelo Departamento de Estradas de Rodagem. Fazendo sondagem no local, constataram situações diferentes do previsto no projeto, em relação ao solo, mole, com 12 metros de profundidade e não havia solução de engenharia", Cássio Andrade. Secretário de Infraestrutura da PMJP.

Intervenções

O secretário de Infraestrutura do município, Cássio Andrade, informou que o trecho será liberado em dezembro e a conclusão total levará mais seis meses após a finalização desta etapa. “O trecho foi interditado para dar continuidade à execução, que é a aproximação da ponte. Essa área vai subir, até chegar à rotatória. Vamos fazer a demolição do asfalto e aterro. Após a conclusão deste lado o trânsito será jogado para ele e faremos a inversão contrária. O projeto definitivo trará uma série de modificações. A rotatória será retirada e os acessos vão ficar em triângulos. O trecho final ficará só sentido praia, fazendo um binário com a Avenida Cairu”, explicou.

Relacionadas