quarta, 25 de novembro de 2020

Trânsito
Compartilhar:

Lâmpadas e baterias terão desgaste maior com aplicação de Lei

Rammom Monte / 31 de julho de 2016
Foto: Divulgação
A “Lei dos Faróis”, sancionada no dia 24 de maio pelo presidente da República em exercício, Michel Temer, vem sendo o assunto de muitas rodas de conversa. E de acordo com um especialista, esta lei pode interferir diretamente em uma parte importante do carro: a elétrica. A lei torna obrigatório rodar em estradas com o farol baixo aceso durante o dia. Desde o dia 8 deste mês, os motoristas que infligirem esta lei serão multados. De acordo com o mecânico Cristiano Pessoa, o fato dos faróis ficarem ligados por mais tempo, farão com que eles precisem ser trocados com maior frequência.

“Toda lâmpada tem um tempo de vida útil. É claro que depende do material. Geralmente as originais têm o tempo de vida maior. Com a lâmpada ligada o dia todo, ela vai ser utilizada por mais tempo e ela terá que ser substituída mais cedo porque está utilizando cada vez mais”, explicou.

Ainda segundo Cristiano, uma lâmpada que antes ficava ligada por quatro, cinco horas, passará, em alguns casos, a ficar acesa por aproximadamente 12 horas, principalmente para os taxistas. Segundo ele, isso faz com que a vida útil da lâmpada seja menor. “Tem lâmpada que dura dois, três anos para poder ser substituída. Agora, com um ano, um ano e meio ela terá que ser trocada”, disse.

Sofrimento da bateria. Outro item bastante importante na parte elétrica do carro também será afetado: a bateria. Cristiano explica que com o consumo maior de energia, por conta dos faróis acesos, a bateria terá que trabalhar mais. “(A lei) Altera a bateria porque tem um consumo de energia. Ela vai ter que trabalhar um pouquinho mais, capacidade mais alta gerando carga lá em cima”, explica.

Outro fator que pode “ajudar” a bateria do carro descarregar mais rapidamente é o fato dos motoristas não estarem habituados com o fato de deixar os faróis acesos, esquecendo de desligá-los ao saírem dos veículos. “O motorista pode esquecer-se de desligar os faróis e quando retorna a bateria está descarregada. Então, ou coloca no carregador ou anda no carro novamente para ela poder voltar a ter carga. Mas se acontecer de novo, vai ter uma hora que vai descarregar de vez e vai ter que ser trocada”, disse. Ele explica ainda que cada carro precisa de uma bateria específica e que a peça que já vem de fábrica no veículo é a mais recomendada.

O motorista que for flagrado desrespeitando a “Lei dos  Faróis” pode receber multa no valor de R$ 85,13 e receber quatro pontos na carteira.

Leia Mais

Relacionadas