sexta, 22 de janeiro de 2021

Trânsito
Compartilhar:

Dez já tombaram nas rodovias este ano e PRF está de olho nos excessos de peso e velocidade

Alyf Santos / 22 de abril de 2016
Foto: Reprodução WhatsApp
Os acidentes envolvendo veículos de grande porte na Paraíba têm preocupado a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Somente este ano, já foram registrados 10 tombamentos de caminhões, com cinco feridos leves e um grave. Nenhuma morte foi notificada. De acordo com a PRF, a velocidade incompatível em curvas, o excesso de peso, a carga alta e defeitos mecânicos são fatores que contribuem para acidentes desse tipo.

“Trafegar na velocidade indicada para o local; transportar somente o peso limitado para o tipo de veículo; manter pneus em boas condições e realizar manutenção preventiva, esse é o alerta da PRF”, disse Eder Rommel, do Núcleo de Comunicação Social da PRF, para prevenir um acidente.

Na manhã desta sexta-feira mais um tombamento foi registrado na BR-230, em João Pessoa. Segundo a PRF, ninguém ficou ferido.  O caminhão e a carga ficaram no local por cerca de três horas deixando o trânsito lento. Alguns veículos tiveram que trafegar pelo acostamento.

As causas dos acidente ainda estão sendo investigadas.

Penalidade para excesso de peso

Infração - média;

Penalidade - multa acrescida a cada duzentos quilogramas ou fração de excesso de peso apurado, constante na seguinte tabela:

a) até seiscentos quilogramas - 5 (cinco) UFIR;

b) de seiscentos e um a oitocentos quilogramas - 10 (dez) UFIR;

c) de oitocentos e um a um mil quilogramas - 20 (vinte) UFIR;

d) de um mil e um a três mil quilogramas - 30 (trinta) UFIR;

e) de três mil e um a cinco mil quilogramas - 40 (quarenta) UFIR;

f) acima de cinco mil e um quilogramas - 50 (cinqüenta) UFIR;

Relacionadas