segunda, 18 de janeiro de 2021

Trânsito
Compartilhar:

Chegou o Maio Amarelo: mês de conscientização para um trânsito que mata 3 por dia

Ainoã Geminiano e Lucilene Meireles / 30 de abril de 2016
Foto: Assuero Lima/Arquivo
A Paraíba tem uma média de três mortes, por dia, por acidentes de transporte. Tragédias que poderiam ter sido evitadas. Para discutir a redução da violência no trânsito, o movimento ‘Maio Amarelo’ começou mais cedo na Paraíba, com a programação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), lançada ontem na sede do órgão.

O movimento, que acontece em todo país, é inspirado nas mobilizações do “Outubro Rosa” (câncer de mama) e do “Novembro Azul” (câncer de próstata), porém abordando o alto índice de mortes e feridos no trânsito. Os órgãos municipais de trânsito, das principais cidades paraibanas também irão aderir ao movimento. Todas as entidades estão apostando na educação de condutores e pedestres, como forma de reduzir os índices de acidentes.

“Mais de 90% dos acidentes são causados por falha humana e nesse percentual estão englobados a falta de atenção, que responde por 21%; excesso de velocidade, que causa em torno de 14%; ultrapassagem indevida, 7%; embriaguez, desobediência à sinalização, dormir ao volante. Por último, menos de 2% dos acidentes têm como causa defeito mecânico ou condições das estradas”, disse Aristeu Chaves, superintendente do Detran-PB.

A programação elaborada pelo Detran-PB prevê ações para todo o mês de maio, incluindo comandos educativos nas ruas de várias cidades, missas, palestras em escolas públicas e privadas, uma audiência pública na Assembleia Legislativa, marcada para o dia 24, seminários e visita de alunos aos setores do órgão, que tratam de fiscalização, educação e outras atividades do trânsito.

Aristeu Chaves acredita que, para frear a violência é preciso implementar ações educativas e a conscientização da sociedade como um todo. Para ele, as ações têm que começar na infância.

João Pessoa

Na próxima segunda-feira, será a vez da Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-Jp) dar partida na mobilização municipal do ‘Maio Amarelo’, com uma ação no Busto de Tamandaré, na Praia do Cabo Branco. A programação da Semob prevê a realização de palestras, abordagens a pedestres, ciclistas e condutores, além de orientações aos motoristas de ônibus e agentes de trânsito.

Campina Grande

Em Campina Grande, o movimento “Maio Amarelo” será iniciado na terça-feira. Até o dia 31 de maio, as equipes de educação de trânsito da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STTP) estarão nas principais vias da cidade, distribuindo material informativo e conversando com pedestres e condutores sobre as atitudes corretas para um trânsito seguro. “Conseguimos a adesão de vários órgãos”, disse o superintendente Félix Araújo.

Patos

Em Patos, a Superintendência de Transito e Transportes (STTrans), começa também na próxima semana as ações educativas nas ruas, com foco em vários públicos, mas abordando com mais intensidade os motoqueiros. “Nosso maior problema aqui são condutores de motos desabilitados e que não respeitam as normas. Também iremos reforçar o tema da faixa de pedestre”, disse o coordenador de educação para o trânsito, Fernando Palmeira.

Mortes em acidentes - últimos 10 anos

2006 - 766

2007 - 791

2008 - 876

2009 - 884

2010 -  921

2011 - 862

2012 - 1.046

2013 - 1.077

2014 - 1.029

Relacionadas