quinta, 14 de dezembro de 2017
Trânsito
Compartilhar:

Cai pela metade número de acidentes graves na PB durante Semana Santa

Redação com assessoria / 28 de março de 2016
Foto: Divulgação
O número de acidentes graves nas rodovias federais paraibanas caiu em mais da metade durante o feriadão da Semana Santa, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os feridos, consequentemente, também foram menos. Já as infrações como dirigir sob efeito de álcool e em alta velocidade ainda continuam sendo registradas em grande quantidade. Duas mortes foram registradas.

Resultados preliminares apontam que durante os quatro dias de operação foram registrados 24 acidentes, sendo que apenas quatro foram considerados de natureza grave, representando uma queda de 55% em relação a 2015. Do número de pessoas envolvidas, 14 ficaram feridas, o que representa uma diminuição de mais de 50% considerando o crescimento da frota nacional.  Já o número de mortos decorrente de acidentes permaneceu estável.

Imprudência nas estradas

Alcoolemia - Das rodovias federais que cortam o estado da Paraíba, as que mais demandam atenção e se observa maior número de ocorrências são as BRs 230, 101 e 104. Ao todo, 26 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool, sendo que dois deles se envolveram em acidentes. O valor da multa para quem comente essa infração  é de  R$ 1.915,40, além de perder 7 pontos na carteira e ter o direito de dirigir suspenso. A cada 36 testes de alcoolemia realizados, um condutor foi encontrado dirigindo sob influência de álcool.

Cinco motoristas, além de autuados, também foram presos por dirigir após consumir bebida alcoólica. Eles estavam com índices de teor alcoólico acima de 0,30 mg/l, conduta considerada crime pelo Código de Trânsito Brasileiro. O caso mais grave foi flagrado em Mamanguape/PB, quando numa abordagem, um homem realizou o teste do bafômetro registrando o valor de 1,13 mg/l, índice considerado altíssimo.

Excesso de Velocidade - Nos quatro dias abrangidos pela operação 2.764 condutores foram flagrados trafegando acima da velocidade estabelecida pela rodovia.  A velocidade mais alta capturada se deu na BR-101 - via duplicada, retilínea e em boas condições - onde um Ford Focus acelerou até os ponteiros marcarem a velocidade 191 km/h, uma das maiores velocidades apontadas na operação a nível nacional.

Na BR-230, no trecho entre Patos e Santa Luzia, a imprudência também foi encontrada. Um veículo de passeio transitava a 167Km/h num trecho de pista simples e com incidência de acidentes graves.

Ônibus irregulares - Três ônibus de turismo foram autuados por transitar  executando serviço de transporte interestadual de passageiros sem prévia autorização da ANNT. O coletivo vinha de Juazeiro do Norte/CE, um dos maiores centros de religiosidade popular do Brasil, e seguia até a capital paraibana.

Motocicletas - Por ser um veículo frágil, as motocicletas também foram alvos de fiscalização no feriado da Páscoa. 31 condutores foram autuados por não fazerem uso do capacete, equipamento obrigatório e fundamental para proteção dos usuários desses veículos. Durante as fiscalizações, foram observadas entre as regularidades a falta de habilitação e falta de licenciamento.

Educação para o trânsito

Em todos os dias que compreenderam a Operação Semana Santa, ações de educação para o trânsito foram realizadas. Ações como abordagem educativa, cinema rodoviário e palestras foram realizados em todo o estado. No total, 1.590 pessoas foram alcançadas com as orientações para um trânsito mais seguro.

Na região do Sertão, o foco foram nas abordagens educativas, onde os policiais esclarecem os usuários da rodovia sobre segurança no trânsito com a finalidade de promover mudanças de comportamento. Na Região Agreste, a metodologia escolhida foi o Cinema Rodoviário, onde os condutores e passageiros foram convidados a participar de uma mini-palestra de 5 minutos, ministradas de acordo com as infrações de trânsito que foram detectadas. Na capital, a ação foi realizada em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) na área de embarque do terminal rodoviário Severino Camelo com o tema “Cinto de segurança em passageiro de coletivos”.

Relacionadas