quinta, 26 de novembro de 2020

Trânsito
Compartilhar:

Automação de veículos promete dar fim às tragédias

Ainoã Geminiano / 28 de fevereiro de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
Todo dia, três paraibanos morrem no trânsito e milhares ficam com sequelas graves para a vida. Mas, "no futuro, não existirão mais acidentes de trânsito". A afirmação é do diretor técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), Paulo Roberto Guimarães, que garante que não há nada de ficção científica nisso. Segundo ele, em 2030 os países mais evoluídos já terão todos os carros automatizados, com tecnologia para se moverem sem motoristas e sem colisões ou atropelamentos.

A realidade vai chegar no Brasil, mas no Brasil com mais de meio século depois, graças à deficiência da gestão pública, no que se refere ao planejamento, execução e manutenção da infraestrutura viária.

Segundo Guimarães, a tecnologia dos carros automáticos já existe, mas, esses veículos precisam interagir com semáforos eletrônicos, radares e outras tecnologias. Uma projeção que se depara com a realidade ruas esburacadas e mal sinalizadas do País.

Mais um banho de água fria: especialistas paraibanos afirmam que a tecnologia sozinha não será suficiente para zerar os acidentes. Eles dizem que os brasileiros são mal educados para conviver com o trânsito e defendem investimentos no que chamam de tripé da segurança do tráfego: educação, fiscalização e infraestrutura.

Leia a reportagem completa no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas