sábado, 23 de janeiro de 2021

Semana Santa
Compartilhar:

Administrador apostólico afirma que é preciso que todos enfrentem os desafios e problemas

Aline Martins / 15 de abril de 2017
Foto: ASSUERO LIMA
“O sofrimento é algo da existência de todos nós. Jesus Cristo não fugiu do sofrimento”. Essa afirmação foi do administrador apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva durante a homilia da Celebração da Paixão e Morte do Senhor, realizada na tarde de ontem, Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, no Centro de João Pessoa. Após essa celebração, centenas de fieis acompanharam a Procissão do Senhor Morto pelas ruas centrais da Capital. Emoção, fé e adoração marcaram o percurso feito pelos católicos ao levar o corpo de Jesus Cristo no caixão.

Ainda de acordo com o administrador apostólico, é necessário que todos enfrentem os desafios e problemas que acontecem nas vidas de cada um. “Reconheçamos os nossos sofrimentos, não para sofrer mais, mas para que seja necessário para nosso amadurecimento”, comentou em sua homilia. Dom Genival Saraiva lembrou aos cristãos que não conseguiram celebrar a Sexta-Feira da Paixão nos países que estão vivenciando os conflitos.

A fé salvou o neto da comerciante Marlene Martins Barbosa. “Ele nasceu prematuro de seis meses e aí uma prima minha do interior fez uma promessa para que ele saísse da UTI e sobrevivesse. Este ano viemos cumprir”, contou. O pequeno Arthur dos Santos Barbosa, de 2 anos e 1 mês de idade foi vestido de branco e, segundo a avó, a roupa seria deixada aos pés do Senhor Morto após a procissão. A família toda acompanhou a procissão e já fez uma nova promessa, pois o menino ainda não anda. “Ano que vem, se Deus quiser, estaremos aqui para cumprir essa promessa”, revelou. Mesmo de bengala, a aposentada Severina Vieira de Lima, de 77 anos, não deixou de acompanhar a procissão.

Quem também participou da procissão foi Claudivan Medeiros, babalorixá. Ele contou que para a religião de umbanda toda a sexta-feira é santa. “Vim reverenciar o Pai Oxalá e a Jesus Cristo que foi morto e crucificado por nossos pecados. Para nós todas as sextas-feiras são santas”, ressaltou.

O prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, também participou da procissão do Senhor Morto. “Passamos a Quaresma e estamos finalizando a Semana Santa nesta Sexta-feira da Paixão e aguardando pelo próximo domingo, um momento muito especial na vida de todos nós cristãos, que é a Páscoa. Então, este é um momento de fortalecimento da nossa fé, de oração, de discernimento onde pedimos a Deus que nos ilumine, abençoe todos nós e nossa cidade e nos dê condições de poder trabalhar cada vez mais pelo nosso povo”, afirmou.

 

Relacionadas