sexta, 04 de dezembro de 2020

Segurança
Compartilhar:

Aplicativo quer encurtar caminho entre cidadão e polícia

Lucilene Meireles / 22 de março de 2017
Foto: Divulgação
Todo mundo sabe o quanto pode demorar a chegada da Polícia Militar a uma ocorrência policial quando acionada através do telefone 190, e o tempo, nesses casos, pode fazer a diferença entre a vida e a morte de uma pessoa. Para encurtar esse caminho, a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social da Paraíba (Seds) lançou, nesta quarta-feira (22), o aplicativo para smartphones SOS Cidadão que pretende também reduzir os trotes. De 100 mil ligações recebidas por mês, em João Pessoa, mais de 20 mil são ‘brincadeira’ de mau gosto.

Os pedidos de socorro serão filtrados pela mesma equipe do 190 e, segundo o tenente-coronel Arnaldo Sobrinho, comandante do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), não vão sobrecarregar o setor. “O índice de atendimento geral beira 80%. É claro que tem os gargalos. No sábado à noite, são 4 mil ligações e uma situação urgente ficaria na fila enquanto um trote acaba tendo prioridade. Sem contar com os casos que não são tão urgentes. Em 2016, por exemplo, foram 22 mil despachos de perturbação do sossego, que não entrariam na lista do aplicativo. Mesmo assim, conseguimos esse índice”, ressaltou.

Inicialmente, o aplicativo vai funcionar na Região Metropolitana de João Pessoa, mas a intenção da Seds é expandir para as demais regiões integradas de segurança pública, como Campina Grande e Região de Patos. O SOS Cidadão já está disponível para a população. Apenas 12 ocorrências consideradas mais relevantes serão atendidas, entre elas, homicídios, crimes contra o patrimônio, contra a liberdade sexual, violência contra a mulher. “Estes são os chamados que a gente mais recebe no Ciop e requerem pronta intervenção” disse.

O aplicativo foi formatado pela Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata) em conjunto com a equipe técnica do Ciop e contou com financiamento da Unimed João Pessoa. “A Unimed-JP aderiu a esta ideia pensando no princípio cooperativista da responsabilidade ambiental. Cuidar do cidadão também é nosso papel e cuidar da segurança hoje é fundamental. A ideia pareceu interessante e moderna com um aplicativo que vai dar agilidade e segurança”, declarou o presidente do Conselho de Administração da Unimed-JP, Demóstenes Cunha Lima.

Parcerias

A busca por inovação e por parcerias pode ser ampliado na Paraíba. “Nós fizemos uma parceria com a Unimed, mas queremos estender a outros setores da sociedade no sentido de termos um contato além do Ciop. Nós já temos o SOS Mulher que, exatamente, foi construído para facilitar o cumprimento das medidas protetivas determinadas pela Justiça, com mais eficiência. Agora também com o setor empresarial”, destacou o secretário da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima.

Ele reforçou que os trotes representam prejuízo financeiro. “Isso é dinheiro público, o dinheiro do povo que é gasto em atendimento, deslocamento de viatura, combustível. Toda uma gama de valores implicados que a gente precisa conscientizar o cidadão e, infelizmente, estamos num país em que uma parcela da população não vê isso, o que é muito grave”, lamentou.

Por conta dos trotes, ele garantiu que haverá campanhas de conscientização sobre a importância de só acionar a Polícia Militar ou Corpo de Bombeiros quando for, de fato, necessário.

12 ocorrências prioritárias

Como não é possível colocar todas as ocorrências possíveis, foram incluídos os mais importantes no âmbito da PM e dos Bombeiros para evitar que o cidadão que precisa do serviço de emergência ter que entrar numa fila de espera por conta de outras situações como trotes.  Sobrinho explicou que o aplicativo dispensa o contato telefônico, seja 190 ou 193.

“O cidadão vai escolher, dentro da lista prioritária de emergências, as que são mais importantes e provocam maior dano ao cidadão. Quando fizer o acionamento, o chamado vai cair direto no despachante da viatura. Basicamente, a gente qualifica essa chamada, fazendo com que esse acionamento chegue mais rápido e, obviamente, que a viatura possa chegar o quanto antes naquela pessoa que fez o chamado”, explicou Arnaldo Sobrinho. Pelo aplicativo, é possível informar, através do GPS, onde está ocorrendo a situação, passando as informações com mais precisão para acelerar o atendimento.

Como ter acesso

SOS Cidadão

Play Store - para sistema operacional Android

Apple Store – para sistema IOS

Google Store

Basta fazer a validação, através de um cadastro.

Relacionadas