domingo, 29 de novembro de 2020

Saúde
Compartilhar:

UEPB conclui testes da água do Açude do Boqueirão

Francisco José / 26 de agosto de 2016
Foto: Chico Martins
A equipe do Laboratório de Ecologia Aquática da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) conclui por todo o dia de hoje os testes de dosagem de peróxido de hidrogênio, a substância que será aplicada como reforço ao tratamento da água do Açude Epitácio Pessoa. O manancial, localizado no município de Boqueirão, é responsável pelo abastecimento de água de Campina Grande e mais 18 cidades do Compartimento da Borborema. O Laboratório foi contratado pela Cagepa, para analisar as águas de todos os reservatórios que atendem às seis regiões administrativas da estatal de saneamento e constatar o grau de contaminação por cianobactérias e cianotoxinas.

O professor Etham Barbosa de Lucena, do Departamento de Biologia da UEPB; e coordenador do Laboratório, informou ontem, que, possivelmente, segunda-feira, seja iniciada a complementação do tratamento no Açude de Boqueirão. Segundo o professor, a aplicação de peróxido de hidrogênio terá o objetivo de reter as cianobactérias, impedindo-as que se quebrem e liberem cianotoxinas, que são altamente danosas à saúde da população usuária da água do Açude.

Tratamento reforçado. A aplicação do peróxido de hidrogênio vai reforçar o tratamento que já é feito pela Cagepa com sulfato de alumínio e cloro. Etham Barbosa explica que o mesmo processo “já é adotado com êxito”, pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), no tratamento da água dos açudes do Estado vizinho. A Compesa também foi contratada para fazer a contraprova das análises feitas pela equipe da UEPB.

Desde o dia 1º de agosto, uma equipe de 10 técnicos do Laboratório de Ecologia Aquática está analisando a água dos mananciais que integram o sistema de abastecimento da Cagepa. O professor Etham Barbosa de Lucena esclarece que, o trabalho está sendo executado nos açudes localizados nas regiões do Alto Piranhas, Borborema, Brejo, Espinharas, Litoral e Rio do Peixe. Mas ele adianta que, no caso específico de Boqueirão, a água está atendendo aos padrões de potabilidade recomendados pelo Ministério da Saúde.

Como é tratada a água. O processo de tratamento da água do Açude de Boqueirão passa pelas etapas: floculação, decantação, filtração e desinfecção. O cloro é o produto usado nesta última etapa.

Leia Mais

Relacionadas