segunda, 23 de novembro de 2020

Saúde
Compartilhar:

Suspensas cirurgias cardíacas no João XXIII; médicos estão com salários atrasados

Fernanda Figueirêdo / 20 de novembro de 2015
Foto: Ilustração
Preciso de uma cirurgia para implantação de uma ponte safena e agora quando ligo para o hospital eles só me mandam esperar. Essa espera é desumana. Não posso fazer esforço nenhum, mas preciso cuidar da casa e da minha de 85 anos”, disse a aposentada Maria Suely Ferreira, 60 anos, que estava com uma cirurgia marcada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o dia 5 de novembro no Hospital João XXIII, em Campina Grande. De acordo com a cooperativa dos médicos anestesistas, as cirurgias estão paralisadas há três semanas em virtude dos profissionais não receberem há mais de três meses. A

O presidente da Cooperativa dos Anestesistas de Campina Grande, Ricardo Loureiro, informou que os profissionais receberam o pagamento referente ao mês de julho na semana passada. “Paralisamos as atividades há três semanas e só vamos retomar o serviço depois que recebermos os pagamentos de, pelo menos, agosto e setembro”, disse.

Ricardo ressaltou ainda que o contrato com o Hospital João XXIII está suspenso temporariamente e que a categoria já acionou o Ministério Público para tentar resolver o impasse. Na unidade hospitalar, três médicos anestesistas estão sem realizar cirurgias por se sentirem prejudicados com a situação. No entanto, o diretor financeiro do hospital, Felipe Gadelha, nega as denúncias e diz que todos os médicos estão ausentes por conta de um congresso.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas