sábado, 23 de janeiro de 2021

Saúde
Compartilhar:

PB fica fora do plano de modernização do SUS e prontuário eletrônico não chegará no Estado

Maurílio Júnior / 03 de setembro de 2015
Foto: Divulgação
A Paraíba está fora do plano de modernização ao atendimento de pacientes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Postos de Saúde da Família (PSFs) - o prontuário eletrônico. A informação foi dada pelo diretor de Atenção Básica do Ministério da Saúde, Eduardo Mello. Ele confirmou que, para este primeiro momento, o Estado não entra na lista de contemplados com o plano. Somente em João Pessoa, são 189 equipes de atendimento distribuídas em 115 unidades renegadas pelo Governo Federal.

"Nesse primeiro momento a Paraíba não entra nesse plano de prontuários eletrônicos, mas essas ações do Ministério da Saúde são rotineiras. Futuramente pode ser que o Estado seja beneficiado", disse Eduardo Mello, que não deu previsão para que esta modernização chegue ao Estado.

Em agosto, o Ministério da Saúde entregou 25 mil computadores para cerca de cinco mil UBSs de 17 estados. O novo sistema tende a facilitar as informações de acolhimento do paciente em diferentes áreas. De acordo com a assessoria do Ministério da Saúde, o Governo Federal investiu R$ 91,2 milhões na aquisição dos computadores.

Distrito Federal, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Pará, Bahia, Tocantins, Maranhão, São Paulo, Amazonas, Piauí, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro foram os estados agraciados com a ação federal. Ainda em números, 486 municípios receberão a versão 2.0 do software (e-SUS AB), que traz novas funcionalidades.

A plataforma foi desenvolvida a partir de convênio entre o Ministério da Saúde e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O software é capaz de organizar a gestão do funcionamento das unidades básicas, além de permitir que todo o histórico do paciente fique reunido no prontuário eletrônico sem necessidade de papel. Dos 25 mil computadores, 4,9 mil são servidores, ou seja, conseguem armazenar os dados colhidos em todos os computadores da unidade de saúde.

Estado desconhece ausência   

A reportagem procurou a gerência de Atenção Básica de Saúde da Secretaria do Estado, que alegou desconhecer o motivo pelo qual a Paraíba ficou fora do projeto de sistema de modernização dos prontuários dos pacientes locais.

Relacionadas