terça, 29 de setembro de 2020

Saúde
Compartilhar:

O que são câimbras e como evitar as dores

Redação com assessoria / 05 de novembro de 2016
Foto: Divulgação
Todo mundo já teve câimbra em algum momento da vida. No geral, elas acontecem quando menos se espera. De repente, a pessoa sente uma dor intensa provocada por contrações involuntárias de um ou mais músculos, repentinas e prolongadas. As contrações usualmente se instalam nos membros inferiores e ocorrem em espasmos, tornando visíveis os músculos e tendões contraídos. São cenas comuns, por exemplo, um jogador de futebol pegar a bola, sair em disparada rumo ao gol, quase certo, e de repente cair, contorcendo-se de dor. 

Geralmente, segundo esclareceu a clínica geral do Hapvida Saúde, Graziela Medeiros, as câimbras musculares são causadas pela prática de esportes ou por determinadas atividades profissionais. Em um pequeno bate-papo, a especialista falou mais um pouco sobre o assunto.

1- O que são câimbras?

As câimbras são contrações involuntárias dos músculos, também chamadas de espasmos musculares.

2- O que causa essas contrações?

Elas estão associadas a uma hiperexcitação do nervo que chega até o músculo, o que leva a essa contração involuntária. A câimbra também pode surgir depois de uma atividade física intensa. Se você for malhar e fizer exercícios demais na panturrilha, por exemplo, é provável que você tenha câimbra na panturrilha durante ou após a atividade.

3- É possível evitar as câimbras?

Qualquer pessoas pode ter câimbra, mas ela é mais comum em mulheres grávidas, em idosos e em atletas. O ideal é manter atividade física frequente e sempre uma boa alimentação, que vai garantir os nutrientes necessários para se evitar não só a câimbra, como vários outros problemas.

4- Como deve ser a alimentação para se evitar as câimbras?

Para prevenir câimbras ou traumas de sobrecarga (lesões e distensões), sempre faça aquecimento e alongamento. Outra boa providência é usar o bom senso para mudar gradualmente a intensidade e os tipos de exercício, com o propósito de diminuir a pressão sobre os músculos.

Manter-se em boas condições físicas, isto é, estar atento ao sono e à alimentação, assim como à correta hidratação do corpo, ao menos dois litros por dia, também é importante. A dieta deve incluir frutas e verduras (550 g/dia) e alimentos ricos em potássio, sódio, magnésio e cálcio. São exemplos a banana, o abricó, o tomate, os queijos e as frutas secas. Eu adicionaria isso, porque as pessoas sempre buscam prevenção, que é o melhor remédio.

Relacionadas