quinta, 03 de dezembro de 2020

Saúde
Compartilhar:

Número de casos de dengue na Paraíba aumenta 273,25% em apenas um ano

Da redação / 08 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
Em um ano, o número de casos de dengue quase quadruplicou na Paraíba. Em 2014, foram 7.551 casos suspeitos na Paraíba. Já de 1º de janeiro de 2015 a 2 de janeiro de 2016, foram notificados no estado 28.184 casos suspeitos de dengue, o que representa um aumento de 273,25%. Deste total, 11.469 casos foram confirmados e 6.421 descartados. Outros 89 casos foram classificados como dengue com sinais de alarme e 13 casos de dengue grave. Cinco pessoas morreram.

dengue_tabela

De acordo com o boletim, observa-se que o pico da incidência ocorreu no mês de maio (161,43 casos/100mil habitantes), seguido de uma redução em junho (73,73 casos/100mil habitantes), com uma nova elevação em dezembro (42,72 casos/100mil habitantes). A incidência até 2 de janeiro de 2016 na Paraíba é de 547,91 casos a cada 100 mil habitantes, o que sinaliza a epidemia durante o ano de 2015.

Ainda segundo o boletim, a maior predominância de municípios em epidemia está na 3ª e 4ª macrorregião, seguida da 2ª e 1ª macrorregião, respectivamente. “Observamos que os municípios em epidemia estão presentes e distribuídos por toda a Paraíba, fato este que confirma a necessidade de uma vigilância ativa no combate ao Aedes aegypti, bem como o envolvimento da população como ator principal, uma vez que a maior parte dos criadouros está em domicílios”, disse a gerente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde, Izabel Sarmento.

Em contrapartida, o número de óbitos confirmados por dengue no Estado registro uma redução de 44,4%. Em 2015, até a 52ª Semana Epidemiológica, foram cinco óbitos notificados, contra nove confirmados no mesmo período de 2014. Os óbitos que se encontram em investigação estão aguardando o resultado do laboratório do Instituto Evandro Chagas, no Pará, e seguem acompanhados pela área técnica e municípios, conforme preconizado por protocolo do Ministério da Saúde.

Febre chikungunya

Na Paraíba, até 2 de janeiro de 2016, foram notificados 23 casos suspeitos da doença, em residentes dos municípios de Monteiro (9), Cajazeiras (6), Barra de São Miguel (3), Amparo (2), Umbuzeiro (2), Cachoeira dos Índios (1), Coremas (1), Pombal (1), Campina Grande (1), Alhandra (1) e João Pessoa (1).

A SES lembra que todo caso suspeito de chikungunya é de notificação compulsória imediata e deve ser informado em até 24 horas às esferas municipal, estadual e federal. Para a notificação deve-se ligar para 0800 281 0023, 3218 7331 ou 98828 2522.

Síndrome Guillan-Barré

De julho até o momento, foram informados pelos serviços hospitalares 22 casos suspeitos da síndrome, sendo 16 descartados e seis em investigação por suspeita de ter co-relação com o zika vírus.

Relacionadas