sexta, 04 de dezembro de 2020

Saúde
Compartilhar:

Municípios não conseguem médicos para trabalhar oito horas e sobram vagas

Ainoã Geminiano com assessoria / 01 de setembro de 2016
Foto: Divulgação
O Ministério da Saúde (MS) fez ontem uma nova convocação de médicos brasileiros, para preenchimento de 126 vagas no programa Mais Médicos, que sobraram após a última chamada. Na Paraíba, das 19 vagas oferecidas em julho, cinco em cinco municípios de regiões diferentes do Estado não atraíram profissionais. O médico tem remuneração no valor de R$ 10 mil e uma carga horária de 40 horas semanais a cumprir, sendo 32 horas de atendimento e oito de estudo.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse que a prioridade do governo é incentivar a presença dos médicos brasileiros no programa. “Nós já preenchemos 75% das vagas com médicos brasileiros, mas, como algumas cidades são mais concorridas que outras, alguns médicos não conseguiram ser alocados em suas opções na primeira chamada. Por isso, abrimos a oportunidade, para que os médicos nacionais possam escolher novamente, entre as cidades que ainda têm vaga”, explicou.

O MS faz a reposição a partir de desistências, lançando editais trimestrais. Em todos os editais, a estimava é que  mais de 70% das vagas foram ocupados por médicos com registro no Brasil. As vagas são preenchidas diretamente pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que trouxe, em agosto, 1.200 médicos cubanos ao país.

Intercambistas são 2ª opção

Os médicos brasileiros e estrangeiros formados no exterior ocuparão eventuais vagas remanescentes da segunda chamada dos médicos com CRM do Brasil. Dessa forma, a escolha de municípios ocorrerá apenas após o final da fase atual dos brasileiros. O edital já segue as regras da Medida Provisória 723/2016 aprovada pelo Congresso Nacional. O texto acolhido retira a exigência do índice médico/habitante do país de origem como critério classificatório para os brasileiros formados no exterior. Agora, os brasileiros podem se inscrever independente do país de atuação.

Relacionadas